Destaques Economia

Região recebeu cerca de 40 mil declarações de Imposto de Renda

27 de junho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Contribuintes que ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda (IR) têm até o próximo dia 30 para ficar em dia com a Receita Federal. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o prazo de vencimento foi estendido. De acordo com dados da Superintendência Regional da Receita Federal, nos 25 municípios da região, cerca de 42 mil declarações já foram entregues.

O presidente do Sindicato dos Contabilistas de Passos, Antônio de Pádua Cardoso, orienta que a população deve procurar por profissionais no momento da prestação de contas para evitar problemas.

É fundamental que toda a documentação dos cidadãos sejam entregues a pessoas que conheçam a plataforma de envio e sejam capazes de verificar os arquivos para que, deste modo, não exista nenhum contratempo que possa penalizar o declarante por meio de multas. O ideal é que os comprovantes de bancos ou corretoras sejam usados para constatar os valores registrados”, disse.

Quem ainda não realizou o envio por conta de documentos atrasados é possível fazer um modelo de declaração para ser entregue dentro do prazo e, após a regularização, o mesmo pode ser encaminhado”, afirma o presidente do sindicato.

Quem não enviar a declaração ficará com pendências no número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), o que impossibilita a realização de diversas atividades vinculadas ao governo e instituições privadas, como prestar concursos ou requisitar empréstimos bancários. Além disso, o contribuinte pode passar por um processo administrativo que analisa todas as movimentações financeiras, sendo que o valor mínimo da multa por atraso é de R$165,74, com juros de aplicação de 1% ao mês, que pode chegar a até 20% do débito total.

A declaração do IR deve ser feita para quem teve rendimento a partir de R$28,559,70, até dezembro do ano passado, ou que possua receita bruta acima de R$142.798,50. No site da Receita (www.receita.economia.gov.br) é possível checar sobre outras situações nas quais o contribuinte deve fazer a declaração do imposto.