Destaques Política

Região deve receber 1.069 doses para vacinar profissionais da Educação

Por Adriana Dias / Redação

8 de junho de 2021

O primeiro lote das vacinas devem chegar nesta terça-feira, 8 :/ Reprodução

PASSOS – O primeiro lote de vacinas para os profissionais da Educação deve chegar nesta terça-feira, 8, na Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS-Passos). O total de vacinas para as cidades da região, conforme informou o governo do Estado, é de 1.069 unidades para 17 cidades. Os municípios que recebem o maior número são Passos, com 346 unidades e São Sebastião do Paraíso com 219. (Confira a relação de vacinas por cidade).

Para anunciar a vacinação da categoria o prefeito de Passos, Diego Rodrigo Oliveira fez uma transmissão pelo seu Instagram na manhã desta segunda-feira, 7, quando anunciou 350 doses para um número superior a 3 mil profissionais da Educação, dentre eles professores, merendeiras, administrativo, educadores físicos, todos das redes municipal, estadual e federal que tenham vínculo com as instituições de ensino.

Sobre os protocolos e como se dará a distribuição destas doses o chefe do Executivo passense se limitou a dizer que tem uma reunião nesta terça-feira, 8, entre a secretaria Municipal de Saúde de Passos e a Superintendente Regional de Saúde para tratarem da nota técnica que definirá quais faixas serão vacinadas.

“A SRS não disponibilizou como será, apenas que chegaram estas doses e que deveremos seguir o Plano Nacional de Imunização. Também fomos informados que são vacinas da Astrazeneca. Estamos estudando a possibilidade de montar equipes de imunização para fazer o trabalho nas escolas, mesmo com estes profissionais trabalhando de suas casas, para que não haja acúmulo de pessoas nas seis salas de vacinas”, disse Oliveira.

O prefeito aproveitou a ‘live’ para explicar sobre a falta de vacinação no final de semana, que segundo ele não havia dose suficiente que justificasse a abertura das salas de vacinas.

“Nós realizamos a vacinação no feriado, mas, tendo doses, nossa equipe estará disponível para trabalhar nos finais de semana também. Muitas pessoas vão às redes sociais xingar o prefeito. Estas pessoas deveriam dobrar os joelhos e rezar para o prefeito. Aproveitando para falar de igrejas, faremos uma reunião para ver a flexibilização a este respeito. Temos vivido momentos muito tristes. Para nós gestores não tem sido fácil, se fechamos comércio, academias, igrejas, salão de beleza ta ruim; se abrimos, está ruim também. Nossa situação não é confortável, mas não vou fechar o comércio. Tem gente morrendo de fome, tem empresa fechando. E de outro lado tem gente sem consciência aglomerando, fazendo festa em rancho e sítio, bebendo. Passeando de lancha no lago. Vou sugerir que a Organização Mundial da Saúde (OMS) faça uma vacina para bom senso”, disse Diego Oliveira.

Questionado sobre as academias, se o município vai seguir o Programa Minas Consciente do Governo do Estado, o prefeito salientou que deve fazer uma reunião com o representante do Ministério Público.

“Se vou contra as definições do governo, posso ser penalizado por isso. Então, o melhor é ter apoio do MP para montar um plano de contingência”, assegurou.

Conforme informou o governo de Minas Gerais, no dia 2, chegou a 22ª remessa de vacinas contra a covid-19 com um lote contendo 588.500 doses da Astrazeneca. Os imunizantes já estão sendo encaminhados para a Central Estadual de Rede de Frio, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) para serem conferidos temperatura e condições de armazenamento.

Na sexta-feira, 4, os imunizantes começam a ser distribuídos e já serão entregues a 18 Unidades Regionais de Saúde (URS), via terrestre, finalizando na segunda-feira, 7, a distribuição às URSs. Todos os imunizantes serão retirados na Central Estadual da Rede de Frio.
Ainda dentro da 22ª remessa de vacinas contra a covid-19, está previsto chegar nesta quinta-feira, 3, a partir das 13h30, mais 62.010 doses do laboratório Pfizer para dar continuidade à estratégia vacinal dos mineiros.