Coluna MG Destaques

Reforço para pacientes renais

13 de janeiro de 2021

Os pacientes renais podem contar com reforço para o tratamento de diálise e hemodiálise no Sistema Único de Saúde (SUS) em Caratinga. O Ministério da Saúde liberou R$ 109,5 milhões direcionados aos 800 estabelecimentos que prestam serviços à rede pública para custear as despesas extras necessárias no combate à Covid-19, considerando as particularidades do cuidado com os pacientes renais crônicos. Para Caratinga, serão destinados R$ 176.194,83. O recurso cobrirá os custos adicionais do tratamento dos doentes renais crônicos suspeitos ou infectados com Covid-19, cumprindo as medidas de prevenção e controle. (Diário de Caratinga)


O que você também vai ler neste artigo:

  • No Norte, 33% dos conflitos
  • Funcionários protestam em Uberlândia
  • Doações de órgãos crescem
  • LIRAa é realizado em Pará de Minas
  • Ipatinga suspende divulgação

No Norte, 33% dos conflitos

O Norte de Minas responde por 33% dos casos diretos de conflitos agrários registrados nas duas primeiras décadas do Século XXI no Estado. Mais de 28 mil famílias se envolveram diretamente com a problemática e, nos dias atuais, a questão ganha ainda mais importância na busca por soluções, tendo em vista o avanço acelerado do agronegócio e das áreas de pastagens, a disputa pelos recursos hídricos e o potencial identificado na região para a atividade mineradora. Este cenário é descrito no “Atlas da Questão Agrária Norte-Mineira”, publicação que está na fase de pré-lançamento virtual, sob organização da Universidade Estadual de Montes Claros. (Folha Regional- Taiobeiras)

Funcionários protestam em Uberlândia

Funcionários da empresa Autotrans, que atende as linhas do transporte público da zona sul de Uberlândia, paralisaram as atividades na madrugada desta segunda-feira, 11. A falta do pagamento de salários é o motivo da manifestação. Segundo o presidente do Sindicados dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Passageiros (Sinttrurb), Marcio Dulio, a paralisação começou às 4h. O objetivo é que ela seja finalizada quando a empresa pagar os salários referentes ao mês de janeiro. A assessoria de imprensa da Autotrans, por meio de nota, informou que lamenta o ocorrido e informou que os colaboradores foram notificados na última sexta-feira, 8, sobre o imprevisto com o pagamento. (Diário de Uberlândia)

Doações de órgãos crescem

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro registrou aumento de 15,4% nas doações de órgãos e tecidos para transplantes em 2020, com relação ao ano anterior. O dado faz parte da estatística divulgada pela Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante – CIH-DOTT -, no dia 5 de janeiro. De janeiro a dezembro, no trabalho de busca ativa, dentre os 955 possíveis doadores com morte encefálica confirmada, a Comissão realizou 52 entrevistas com familiares, o que resultou em 18 doações autorizadas, 55,5% delas permitindo a captação múltipla de órgãos. (Jornal de Uberaba)

LIRAa é realizado em Pará de Minas

O assunto mais tratado até o momento é os efeitos causados pela pandemia de Coronavírus. Apesar disso, problemas tradicionais continuam no cotidiano, como a Dengue por exemplo. Causada pela picada do mosquito Aedes aegypti, a enfermidade acometeu muitas pessoas ao longo de 2020 e no atual período chuvoso, novas notificações podem surgir. Sobre o assunto, a reportagem do Jornal da Cidade conversou com Michele Laila Rodrigues, gerente de vigilância ambiental da Prefeitura de Pará de Minas. Em Dezembro, segundo dados mais recentes da Secretaria de Estado de Saúde, Pará de Minas teve dois casos confirmados de Dengue. (JC Notícias- Pará de Minas)

Ipatinga suspende divulgação

A Prefeitura de Ipatinga anunciou na noite dessa segunda-feira, 11, a suspensão da divulgação diária de eventuais óbitos em decorrência de complicações causadas pela covid-19 no município. A justificativa é que são feitos ajustes. Os óbitos são alguns dos dados que constam no boletim epidemiológico divulgado pela maioria dos municípios, diariamente, e servem como referência para que a população acompanhe os efeitos da pandemia. Desde sábado, 9, jornalistas que apuram informações referentes a pandemia no Vale do Aço passaram a enfrentar dificuldades de acesso a algumas informações. (Diário do Aço- Ipatinga)

Rede de Notícias do Sindijori MG