Coluna MG Destaques

Recursos para a saúde

29 de dezembro de 2020

Um incremento na ordem de mais de R$ 15 milhões já estaria na conta da Prefeitura de Juiz de Fora. Para o secretário de Saúde do Município, Rodrigo Almeida, a quantia representa um fôlego para a saúde pública, e o valor deverá ser destinado para a realização de serviços de alta e média complexidade dentro do SUS. Segundo ele, a verba é oriunda do Governo federal e foi liberada após reconhecimento de estudo detalhado da secretaria mostrando a necessidade de melhoria para este fim. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Famílias são beneficiadas
  • Indenização chega a 3,2 mil
  • Laboratório é apresentado
  • Removidos de presídio
  • Acordo com Butantan
  • Samarco reinicia operação

Famílias são beneficiadas

O Renda Minas é um programa de transferência de renda emergencial temporária (três parcelas) do governo de Minas Gerais em parceria com a Caixa Econômica Federal. O objetivo é auxiliar as famílias em situação de extrema pobreza a enfrentarem as vulnerabilidades agravadas durante a pandemia do coronavírus. Em Arcos, 1.211 famílias estão recebendo a terceira parcela do benefício, totalizando 3.229 pessoas, de acordo com informação da Assessoria de Comunicação do Governo do Estado. (Correio Centro- Oeste- Arcos)

Indenização chega a 3,2 mil

Em dois meses, mais de 3,2 mil pessoas atingidas pelo rompimento da Barragem do Fundão, de propriedade da Samarco (Vale e BHP Billiton), em Mariana, aderiram ao sistema de indenização simplificado, medida inédita no país implementada pela 12ª Vara da Justiça Federal em Belo Horizonte. Desenvolvido para atender prioritariamente trabalhadores informais, as adesões homologadas e indenizadas variam entre R$ 23 mil a 570 mil e alcançam moradores de 13 municípios situados às margens do Rio Doce — sete localizados em Minas Gerais e seis no Espírito Santo. (Portal da Cidade- Mariana)

Laboratório é apresentado

O Laboratório de Pesquisa e Diagnóstico em Biologia Molecular, estruturado no Campus Mucuri, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, foi apresentado em cerimônia oficial pelos membros do Comitê Técnico, Científico e Multidisciplinar à sociedade em geral e às autoridades, em particular. O comitê é composto por quase 40 servidores públicos, técnicos e docentes, das três faculdades presentes no Campus Mucuri: a Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Exatas, a Faculdade de Medicina, e o Instituto de Ciência, Engenharia e Tecnologia. (Diário Tribuna- Teófilo Otoni)

Removidos de presídio

O presídio de Itabira amanheceu sem detentos nesta quarta-feira, 23. Cumprindo uma determinação da juíza da 2ª Vara Criminal da comarca, Cibele Mourão, os presos foram removidos por conta do risco de rompimento de uma das barragens da mina do Itabiruçu. Em caso de rompimento, o presídio seria atingido em seis minutos. Os servidores e policiais penais também foram transferidos a outras unidades. A casa de detenção abrigava 290 presidiários. A falta de um plano de contingência em caso de desastre levou à decisão de fechar a unidades. (Jornal A Notícia- João Monlevade)

Acordo com Butantan

A cidade de Itapecerica, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, anunciou que firmou um acordo com o Instituto Butantan para a compra da Coronavac. As doses serão aplicadas, inicialmente, em pessoas do grupo de risco. O comunicado foi feito pelo prefeito do município, Têko (Podemos), na tarde deste sábado, 26. Após a aprovação da vacina pela Anvisa, a ideia da Prefeitura é dar início à vacinação em 30 dias. O prefeito afirmou que, além de comprar as doses diretamente com o Butantan, vai acompanhar e executar o plano a ser implementado pelo Ministério da Saúde, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). (O Popular NS- Nova Serana)

Samarco reinicia operação

A Samarco deu início nesta quarta-feira, 23, à produção de pelotas de minério de ferro em sua usina de pelotização em Ubu. A produção das primeiras pelotas marca o reinício das operações da Samarco, por meio das atividades integradas nos Complexos de Germano (MG) e Ubu (ES).

Rede de Notícias do Sindijori MG