Destaques Geral

Ranking de produtores de leite tem 7 da região entre os maiores

24 de março de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Sete grupos agropecuaristas da região continuam entre os 100 maiores produtores de leite do Brasil, conforme levantamento “Top 100 2021 – MilkPoint”, divulgado nesta semana. Dos sete, 3 avançaram no ranking nacional e outros 4 perderam posições em relação à classificação de 2020.

As Fazendas Reunidas Antonio Carlos Pereira, Filhos e Netos, de Carmo do Rio Claro, é a mais bem classificada da região: em 2020 era a 6ª colocada e agora ocupa a 7ª posição no ranking nacional de maior produção. O Grupo Cabo Verde (Fazenda Santa Luzia) de Passos, subiu do 10º para o 9º lugar; a Fazenda Pérola (Antônio José Freire), de Alpinópolis, avançou do 33º lugar para o 28º.

A Fazenda Brejo e Morro Grande (Ivanir Rodrigues Ferreira), de São João Batista do Glória, passou do 48º para 36º lugar; as Fazendas Ipê e Morro Grande (Mauro Paim Beraldo e outros), de São João Batista do Glória, estava em 46º no ranking de 2020 e agora ocupa a 48ª colocação.

A Fazenda Recanto Grão Mongol (Moizes e Luciano Lemos), de Carmo do Rio Claro, estava em 72º em 2020 e agora ocupa o 84º lugar; também de Carmo do Rio Claro, a Fazenda Barreiro (José Aroldo Vilela Júnior e Robson Vilela Sá Fortes), que estava em 93º lugar em 2020, agora ocupa o 97º.

Os 100 primeiros produtores de leite do Brasil Top 100 no ano de 2020 alcançaram média diária de 23.057 litros, 10,29% superior a 2019 e 252,34% maior que no primeiro levantamento realizado, em 2001. O trabalho apurou, também, que mesmo com a alta no custo da produção, especialmente da ração, 77% dos produtores consideraram a rentabilidade da atividade leiteira em 2020 melhor se comparada a outros anos (em 2019 foram 43%);

Entre os destaques apontados pelos organizados, a Fazenda Colorado, de Araras/SP, segue como maior produtora de leite (80 mil litros/dia) no Brasil pelo 8º ano consecutivo. A Fazenda Cobiça, de Três Corações/MG, incrementou 19,13% (6.475 litros/dia) em sua produção e passou a figurar ineditamente entre os Top 10. Outras mudanças no Top 10: Sekita alcançou o 3º lugar no ranking, a Agropecuária Régia posicionou-se em 6º lugar e a Fazenda Santa Luzia subiu para a 9ª posição.

Carambeí, no Paraná, permanece como a maior produtora de leite dentre as cidades do Top 100 2021, tanto em número de produtores, como em volume produzido. O Sudeste se mantém como a região com maior volume produzido (444 milhões de litros) e o Sul foi a que teve maior incremento em relação a 2019: 12,65% (mais 28,2 milhões de litros em relação a 2019, considerando os Top 100). Minas Gerais permanece como o estado com o maior número de propriedades no levantamento, com 40 propriedades (uma a menos que no ano anterior).

Comparando com o ranking do último ano (produção de 2019), verificou-se as seguintes mudanças: 9 produtores que não estavam no ranking do ano passado, entraram neste ano; 2 produtores que ficaram abaixo da 100ª posição no ano anterior, passaram a pertencer aos 100 maiores; 7 produtores que constavam na pesquisa anterior ficaram abaixo dos 100 maiores neste levantamento; 4 produtores que estavam no ranking anterior optaram por não participar por motivos diversos.

Como é feito

O Levantamento Top 100 é uma iniciativa do MilkPoint (considerado hoje o maior portal sobre lácteos do mundo e um dos braços da empresa AgriPoint, empresa especializada em informação para o agronegócio, principalmente na cadeia leiteira). Foi realizado pela primeira vez em 2001.

O objetivo é conhecer quais são, onde se localizam e qual o perfil de produção dos maiores produtores de leite do Brasil. Este estudo supre uma lacuna de informação existente no setor e permite que se acompanhe – no âmbito dos grandes produtores – as alterações na chamada “geografia do leite no país”.

Para realizar este levantamento de dados, os organizadores contam com a colaboração de centenas de leitores do MilkPoint que compartilharam informações necessárias para a publicação da listagem dos 100 maiores produtores de leite o Brasil. Esta iniciativa também contou com o apoio de várias empresas do setor.