Destaques Do Leitor

Rádios e jornal

5 de junho de 2020

Me considero o maior ouvinte de emissoras de rádios de Passos, porém de Amplitude Modulada (AM). Ou melhor, agora posso dizer que me considerava. O leitor deve estar se perguntando, como assim? Desde quando as autoridades do Ministério das Comunicações obrigaram a migração das AM’s de todos o Brasil para a faixa Frequência Modulada (FM), iniciei o processo de aposentadoria do meu radinho à pilha. Raramente ligo o rádio do carro.

Sou daqueles ouvintes que gostava de ouvir rádio AM a qualquer hora do dia ou noite para saber das notícias, entretenimento, futebol etc. Música é bom, mas tem sua hora e local certos, menos no rádio. Hoje, a população tem tudo isso, mas não com tanta facilidade como o rádio. É necessário ter internet, o uso de um PC, notebook, tablet, aparelho celular etc.

Para minha maior tristeza, no início deste ano a mais tradicional rádio de Passos e região, a Passos AM, depois de quase 75 anos no ar, encerrou suas transmissões e virou Passos FM. Também a rádio Globo AM de São Paulo, depois de 68 anos de atividades, fechou suas portas. Em breve não haverá mais emissoras AM. Hoje são apenas saudades da Nacional, Record, Tupi, América, Mundial, Passos, Globo e tantas outras que eu ouvia desde criancinha, ainda através do rádio à pilha transistorizado, bem grandões, que mais pareciam um caixote e que ficavam em cima da mesa ou afixado na parede.

Voltando a falar das emissoras FM, não poderia deixar de ressaltar que minha vida de radialista começou em uma delas. A Independência de Passos, inaugurada em 1978, ano que o saudoso Vivaldo Piotto me deu a grande oportunidade de iniciar minha carreira e meu professor.

Me considero também um dos maiores leitores de Passos, principalmente gibis, revistas, jornais, sites etc. Livros, nem tanto. Palavras cruzadas, adoro. Foi a partir daí que me apaixonei pelo jornalismo. Em 1992, Carlos Antônio Alonso Parreira, outro que me concedeu a oportunidade de trabalhar na Folha da Manhã de Passos.

Em outubro espero completar 28 anos de repórter no maior diário da região e um dos mais tradicionais do interior de Minas Gerais.

Ézio Santos – Passos/MG