Destaques Do Leitor

Racismo e covid-19

13 de junho de 2020

A peste está entre nós, algumas vezes invisível. Em outras tantas escancarada. Está lá, está aqui, a gente sente há meses! Há milhares de anos! É o vírus! Ou melhor: são dois. Covid-19 e Covarde-2020! Vírus que matam. O primeiro surgiu da natureza. O segundo, criado pelo homem. Na cena do policial sobre George Floyd há um detalhe que choca tanto quanto ver o joelho que sufoca o pescoço: é a mão no bolso. A bestialidade do mal… é só um homem negro! É só um leão! Uma girafa! Um troféu! Outros policiais participam do assassinato. Ou assistem a tudo silenciosos e cúmplices. ‘Eu não consigo respirar’, diz a vítima da covid-19! ‘Eu não consigo respirar’, diz a vítima do Covarde-2020. Não dá para precisar onde e como os vírus foram criados. Mas dá para identificar onde os vírus do racismo e da intolerância têm sido cultivados. São os laboratórios do ódio!

Airton Gontow – São Paulo/SP

Mentiras e fake News

É comum, na esquerda, a tese de que política se lê através da economia, mas não parece, em alguns casos, seja viável, onde há um declínio, crise e desespero do capitalismo atravessado por uma pandemia. Tempo de pós-verdade e fake news, como a notícia que levantou o moral dos mercados globais, nesse ultimo sábado, propagando que nos EUA 2,5 milhões de novos postos de trabalho foram criados. Em plena pandemia, os EUA de Trump ocupando o epicentro da doença, criação de postos de trabalho onde? As notícias não esclarecem onde e o porquê do ‘milagre’. Faz vagas referências a estímulos econômicos dos bancos centrais. A matéria, do caderno de economia de vários veículos, nas ‘entrelinhas’, promove um carnaval de otimismo para levantar o mercado. Um caso típico de uso da política eleitoral imperialista americana para tirar o governo das ‘cordas’.

Antonio Negrão de Sá – Rio de Janeiro/RJ