Destaques Do Leitor

Que coincidência é o amor

26 de novembro de 2020

De fato parece coincidência quando duas almas afins se encontram e a partir daí estabelecem uma relação harmoniosa e amorosa. Fica uma impressão de que já se conhecem tamanha a sintonia, coisa de almas gêmeas.
É comum nesses casos, mesmo longe, pensarem ao mesmo tempo um mesmo assunto. As mensagens quase se cruzam pelo caminho e, não raro, suas motivações quase sempre são as mesmas.

Parece filme, mas é assim que funciona quando almas comprometidas se encontram, ou se reencontram. Muitos levam esses acontecimentos , como coincidência, mas de coincidência mesmo, não tem nada. O que existe na verdade, é o reencontro de almas já conhecidas e, que por forte afinidade e compromisso, reencarnam juntas a fim de darem continuidade em algo já bem encaminhado, formando assim na terra, uma família unida não apenas por laços consanguíneos, mas sobretudo, espirituais.

E assim se fortalecem construindo rígidos laços rumo à perpetuação daquilo que chamamos, almas gêmeas. É comum nesses casos, antes de se entenderem por definitivo, aparecer empecilhos aparentemente intransponíveis, que são vencidos pela energia e vibração que os unem. A esses casais, basta muito pouco para que sejam felizes, os dois juntos se bastam e se completam. Não costumam precisar de nada exterior para os felicitarem, o sentimento nobre entre ambos, é o suficiente para fazer o relógio andar sem denunciar que é madrugada. A distância nem sempre revela o fim, pode ser apenas pausa.

Carlos Valente – Passos/MG


O amor é a fonte da paz

Cada nação possui as suas fronteiras, antecedentes culturais e costumes. A única arma que pode transcender tudo isso é o amor verdadeiro. (205-250, 9.9.1990) S. M. Moon

Aparecida Baldini – Passos/MG