Destaques Geral

Projeto em Nova Resende troca máscaras por alimentos

20 de abril de 2020

NOVA RESENDE – Um projeto desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Nova Resende troca máscaras de proteção por alimentos. A iniciativa partiu da empresária Juliana Aparecida Marques com base em uma decisão da Prefeitura do município, que comprou TNT (tecido não tecido) e pediu a ajuda de voluntários para confecção das máscaras. A administração e a Polícia Militar também participam com ajuda na logística para distribuir os equipamentos de proteção e também os alimentos. O projeto começou a ser executado na segunda-feira, 13, e tem mostrado grande adesão da comunidade. As doações vão abranger outras cidades da região, como Passos.

Juliana, em entrevista à Folha, afirma que o projeto envolve moradores da cidade e também da zona rural. “A gente envolveu a cidade e a zona rural e tem três eixos no projeto. A intenção é dar uma ajuda financeira para as costureiras poderem ganhar alguma coisa porque, na nossa região, há muitas profissionais nessa área, então a gente subsidiou um valor que é simbólico, R$0,30 centavos por máscara. É pouco, elas mereciam muito mais, mas a intenção é ajudá-las pelo menos um pouquinho.

Outra coisa que envolve o projeto é que a gente recebe doações e as destina para a produção de máscaras. A gente compra todo material que necessita na cidade, nas lojas que tem aqui mesmo. Com isso, a gente ajuda o comércio, que está fechado. Outro ponto é que as máscaras, ao ficarem prontas, são distribuídas para a área da saúde, para os pontos de troca, onde as pessoas podem obter três máscaras de TNT, ou uma de tecido, em troca de um pacote de alimento”, disse.

Segundo a empresária, os mantimentos podem ser comprados ou produzidos pela própria população. “Esse alimento não precisa ser arroz, feijão e outros produtos similares. Pode ser produtos que você encontra na roça. Aqui, quase todo mundo tem legumes, verduras, frutas e nesse momento é muito importante todo mundo se alimentar bem”, disse.

“A gente distribui, todos os dias, o que arrecada. Há três pontos de troca na cidade e são em torno de 50 pessoas envolvidas. Eu idealizei e as pessoas foram entrando para o grupo”, afirma.

Segundo Juliana, a intenção é expandir o projeto para outras cidades da região. Está prevista a doação de mil máscaras para o Hospital Regional do Câncer de Passos.

“A gente faz em torno de mil máscaras por dia para distribuir para a população, mas pretendemos aumentar essa produção pois, todo dia, entra costureira nova. Acho que em torno de 70% das costureiras que participam estão doando a mão de obra, e uma parte está cobrando, algumas doam um pouco e cobram um pouco o valor”, disse.

Prefeitura fornece material

Segundo Mara Avelar Resende, secretária de Saúde de Nova Resende, a prefeitura adquiriu mais de 500 metros de TNT para confecção de máscaras de proteção para serem doadas à população e fez um pedido, por meio de redes sociais, para que voluntários ajudassem na confecção dos equipamentos. “Eu fiz o pedido pelas redes sociais para que todos começassem a usar as máscaras, a prefeitura realizou uma compra muito grande de TNT e teve uma pessoa da sociedade, a Juliana Marques, que, vendo o nosso pedido, começou esse projeto. Nós incentivamos e acabou virando um esse trabalho maravilhoso, envolvendo mais de 40 costureiras”, afirmou.

De acordo com Mara, o projeto também conta com a participação da Polícia Militar e da Prefeitura, que disponibilizou um carro para levar os alimentos e máscaras aos locais mais distantes da cidade. A PM participa na doação das máscaras.