Destaques Geral

Procura por itens natalinos cresce em novembro

23 de novembro de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – A 33 dias do Natal, as lojas já oferecem itens decorativos, e cada vez mais pessoas realizam compras para celebrar a data. Em novembro, de acordo com lojistas, a demanda teve um crescimento significativo. Rodrigo Brasileiro Mazzilli, proprietário de uma loja de decorações, conta que a preparação do estoque é feita com bastante antecedência.

As compras de Natal começam entre março e abril, quando existem as feiras próprias para essa época. Então, por exemplo, para essa data comemorativa no ano que vem, já vamos nos preparar no início do ano, fazendo os pedidos e aguardando a chegada entre julho e agosto. Ainda há outra feira no meio do ano para repor algum produto ou ver lançamento. Chegando tudo entre agosto e setembro, sempre inauguramos o espaço de Natal em outubro”, explicou.

Segundo ele, desde a inauguração, já há clientes fazendo compras para decorar suas casas e comércios.

Entre outubro, novembro e início de dezembro, é uma época muito boa, principalmente novembro. No último mês do ano, costuma cair a venda de produtos natalinos, como árvores, bolas, presépios etc., visto que sobram apenas as pessoas que deixaram para comprar de última hora. Então, neste ano, as expectativas são as melhores, pois, mesmo com a pandemia, não deixamos de ir às feiras e investimos muito nesta área”, disse.

Mazzilli acredita que, neste ano, devido às circunstâncias, o período do Natal será ainda mais apreciado.

Creio que, em 2020, essa época natalina será ainda mais forte, pois as pessoas certamente vão valorizar mais suas casas, o momento em família. Falo muito que as pessoas estão buscando Deus e procurando refletir mais interiormente. Então, vejo que [o movimento] está sendo forte, porque mesmo a loja estando fechada por alguns dias devido a uma obra, havia clientes desesperados atrás de algo natalino, inclusive de cidades da região, como Pratápolis, São Sebastião do Paraíso e Carmo do Rio Claro. E esperamos satisfazer ainda mais as necessidades dos consumidores nesta época”, finalizou.

Rosane Rodrigues, gerente de uma distribuidora de produtos de decoração, confirma que, neste mês, as pessoas estão atrás de vários itens decorativos.

Agora, em novembro, muitas pessoas vieram comprar árvores, painéis e bolas para decorar. Por enquanto, ainda está com movimento igual ao do ano passado, na mesma época. Só será possível comparar no fechamento deste mês”, afirmou.

Para o estudante Theo Silveira, de 22 anos, essa época é especial e as decorações valorizam o significado:

Eu amo o Natal, por conta da emoção de estar todo mundo junto, e considero muito acolhedoras as luzes e todas as outras coisas. Todo ano, sempre decorei muito a casa inteira, e isso é coisa de família, por isso é tão único o momento de comprar as decorações e ver o que isso significa para mim”.

LEIA TAMBÉM: Estrutura de ferro da Casemg desaba no sábado