Cidadania Destaques

Presidente da Apae de Passos pede mais visibilidade e infraestrutura

21 de setembro de 2020

Foto: Arquivo FM

PASSOS – Nesta segunda-feira, 21, é celebrado Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência. Aproveitando a ocasião, a presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Passos, Suderli Nicolau de Barros Maia, reforça a necessidade de oferecer mais visibilidade e infraestrutura aos indivíduos com necessidades especiais.
Com a aproximação das eleições municipais, Suderli sugere que os cidadãos busquem eleger representantes que deem atenção a questões voltadas às pessoas com deficiência, como a promoção de melhores condições das vias públicas e demais aspectos da acessibilidade.

Todos nós temos desafios diários a serem enfrentados, muitos deficientes físicos conseguem se adaptar às adversidades das ruas de seus municípios, porém não são todos. Por este motivo, peço que, em momento de eleições, os votantes reflitam sobre isso e as prefeituras facilitem a acessibilidade, com ruas e calçadas em melhores condições”, pontuou.

Além de infraestrutura, a presidente da Apae falou sobre a necessidade de serem oferecidos mais espaços para debates a respeito de temas relativos às pessoas com deficiência.

É interessante que as mídias, de modo geral, proporcionem este tipo de visibilidade. Além disso, em Passos, existem deficientes que têm muito a dizer e que servem de exemplo à comunidade. Por esta razão, merecem mais espaço para serem ouvidos”, completou.

Em relação ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, a presidente lembra que a data foi instituída por iniciativa de movimentos sociais, em 1982, e oficializado pela Lei nº 11.133, de 14 de julho de 2005. Internacionalmente, conforme convenção da Organização das Nações Unidas, o dia é celebrado em 3 de setembro.

Independentemente da data, festejamos o fato de todos eles serem vencedores. Conforme a famosa frase de Friedrich Nietzsche: ‘o que não me mata, me fortalece’. Se a pessoa tem alguma deficiência física ou mental, que dificulte algum aspecto de sua vida, além de superá-la, ela também vai desenvolver outras aptidões muito interessantes, mostrando que sempre é possível superar barreiras”, finalizou.