Cultura Destaques

Prefeitura prorroga prazo para inscrição no censo cultural

27 de junho de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – Como forma de auxiliar os artistas do município no momento de isolamento social, a Prefeitura de Passos, por meio da Secretaria de Cultura, criou um censo cultural cujo objetivo é mapear a situação e elaborar melhorias para os trabalhadores culturais, que são uma das classes mais afetadas pelas medidas de restrição adotadas em função da pandemia do novo coronavírus.
O questionário, que pode ser respondido até a próxima sexta-feira, 3, pelo link https://docs.google.com/forms/d/1rhQNB_-HQbKF7QnWfe-aF-NRoHw5z4YHZr3ITaQR6Ac/viewform?edit_requested=true, analisa informações sobre as entidades, grupos e artistas da cidade.

Como explicou o secretário de Cultura e Patrimônio Histórico, Carlos Jorge Ribeiro, o censo é o instrumento essencial para que os profissionais recebam os recursos federais definidos pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

Os artistas precisam ter a consciência que sem o cadastramento no censo não será possível receber o auxílio federal. Toda a secretaria está trabalhando em capacitações e melhorias para dar o suporte necessário aos artistas da nossa cidade, já encabeçamos duas grandes ações visando apoiar financeiramente a classe artística em geral, como no caso a Live em comemoração aos 162 anos de Passos, onde foram arrecadados alimentos que ajudaram mais de 200 famílias de artistas e cidadãos que trabalham em eventos.

Além da elaboração do edital Cultura Cura, que visa oportunizar tanto o artista a produzir sua arte, quanto o munícipe em consumir a cultura, modificando assim esse sentimento de isolamento social. Neste edital, estaremos disponibilizando para a população canais de mídia que viabilizarão a realização de lives, documentários, oficinas, aulas, entre outros de forma on-line e gratuita’’, informou Ribeiro.

Responsável por uma das pastas mais importantes da cidade, Carlos Jorge ainda falou sobre as políticas de incentivo à cultura realizadas nos últimos três anos pela secretaria em diversos setores, inclusive o teatral, no fomento às três edições do Festival Nacional de Teatro, que foi o maior investimento financeiro da história do segmento.

O objetivo da secretaria sempre foi valorizar as diversas manifestações culturais populares como os Ternos de Congo e Moçambique, eventos na Estação Cultura e Palácio da Cultura, encontros de Mc’s e Hip Hop, shows com artistas locais e regionais, incentivos à Flipassos, Projeto Pecra de cultura afro-brasileira. Realizamos também o Natal Espetacular levando para a comunidade o encanto do natal das grandes capitais’’, finalizou o secretário.

Para o prefeito Carlos Renato Lima Reis, o Renatinho Ourives, neste momento, o principal intuito da administração municipal é valorizar o trabalho dos artistas municipais, enfatizar a relevância de todas as áreas artísticas.

Infelizmente, estamos vivenciado um momento muito delicado, e assim como todas as áreas, a cultura também vem sendo atingida. Desde o início desta pandemia, estamos buscando ações junto à cultura para garantir que esses profissionais continuem tendo seu valor reconhecido’’, disse o chefe do Executivo.

Por fim, a secretaria ainda vai transformar o censo em um sistema de cadastramento, ou seja, após a finalização do mesmo, todos os artistas do município deverão comparecer à secretaria de Cultura e Patrimônio Histórico para a efetivação do cadastro.