Destaques Geral

Prefeitura flexibiliza funcionamento do comércio

13 de abril de 2020

PASSOS – O prefeito de Passos, Carlos Renato Lima Reis, atualizou as restrições de funcionamento do comércio. Após 22 dias de fechamento, em novo decreto, de número 1.576, autoriza a reabertura dos estabelecimentos comerciais a partir desta segunda-feira, 13, desde que os mesmos sigam recomendações para evitar aglomerações e preservar o distanciamento mínimo de dois metros entre os consumidores.

Além de medidas para reforçar a higienização do ambiente e disponibilizar álcool em gel para os clientes, o uso de máscaras passa a ser obrigatório em todo tipo de estabelecimento. Na primeira semana, o horário de funcionamento vai ser das 9h às 18h, enquanto que, no sábado, o período deve ser de 9h às 13h. Em casos de descumprimento, a multa chega a R$5 mil.

Conforme o documento, a reabertura se baseia em um plano de ação apresentado pelo comitê dos representantes do setor comercial, nas orientações da Secretaria Municipal de Saúde e em um pronunciamento recente do Ministério da Saúde, que avaliou a possibilidade de retomada das atividades econômicas em locais onde não tenham ocorrido números significativos de casos positivos de covid-19 ou lotação das unidades e leitos de saúde.

Nos estabelecimentos, fica decretada a necessidade de os empregadores adotarem esquemas de revezamento de funcionários e disponibilização de máscaras de proteção e itens descartáveis, tal como copos plásticos e papel de toalha aos trabalhadores. Os colaboradores também precisarão ser afastados em casos de sintomas gripais.

Lojas de departamentos, farmácias e supermercados passarão a permitir a entrada simultânea de, no máximo, cinco clientes. Já as demais lojas e estabelecimentos poderão receber dois compradores ao mesmo tempo. No caso das agências bancárias e lotéricas, deve haver reforço nas orientações de espaçamento nas filas.

Os serviços de hortifrutigranjeiro e agricultura familiar poderão funcionar mediante o atendimento de uma pessoa por vez. Ainda neste âmbito, barracas devem ser posicionadas com a distância mínima de quatro metros entre si.
No transporte realizado por meio da atividade de mototáxi, o condutor precisará realizar a higienização dos capacetes e locais de apoio do passageiro após o fim de cada trajeto realizado. A orientação também salienta a importância de manter os visores dos capacetes abertos, e, se possível, cada passageiro utilizar o seu próprio.

Os salões de beleza poderão atender mediante agendamento, e será vedada a manutenção de clientes em situação de espera. As igrejas continuam proibidas de realizarem celebrações religiosas, porém, poderão manter as suas atividades administrativas internas.

Por último, para os bares, restaurantes, lanchonetes, sorveterias e depósitos de gás, as vendas permanecem somente no segmento de delivery. Locais destinados a eventos, sejam públicos ou privados, cinemas, clubes boates, casas de espetáculos, bibliotecas, centros culturais, clínicas de estética e academia de ginástica não poderão funcionar. No entanto, está prevista para esta segunda-feira, 13, uma reunião entre proprietários de academias, prefeitura e Ministério Público para decidir uma possível reabertura neste segmento de serviço.

 

Velórios e funerárias

 

As empresas atuantes no ramo de serviços funerários continuam trabalhando com restrições e com funcionamento aberto ao público de 7h às 19h. Os sepultamentos também precisarão ocorrer entre esses horários.

 

Rodoviária

 

Na tentativa de deixar mais severo o acesso de pessoas originárias de outros locais até o próximo dia 19 de abril, os serviços oferecidos na rodoviária permanecem suspensos. A proibição inclui a utilização das plataformas de embarque e desembarque por veículos e serviços de comercialização de passagens, independente da origem ou destino.

 

Recesso é estendido em escolas

 

PASSOS – Nesta segunda-feira, a prefeitura deve editar um novo decreto. Desta vez, a modificação terá o intuito de disponibilizar informações sobre como serão ministradas as aulas na rede municipal após o período de recesso escolar, o qual continua válido por tempo indeterminado.

“Estamos trabalhando para que os alunos não tenham prejuízo em relação às disciplinas a serem cursadas. Temos plena ciência que não é o ideal, mas que, no momento, a extensão do recesso é o melhor a ser feito para garantir a preservação da saúde e vida de todos”, informou nota do poder Executivo.