Destaques Geral

Prefeitura faz decreto para coibir Carnaval clandestino

Por Talita Souza / Redação

15 de fevereiro de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Com o feriado de Carnaval cancelado em Passos, os bares, restaurantes e lanchonetes deverão trabalhar com medidas mais restritivas até terça-feira, 17. O distanciamento entre cadeiras nos estabelecimentos deverá ser de 3 metros e está proibido qualquer evento.


Você também pode gostar de: ‘Santuário de Santa Rita é um presente para Cássia e região’ 

Em Capitólio, a PM desencadeou uma operação de fiscalização, na última sexta-feira, para coibir crimes e também evitar aglomerações durante o fim de semana que antecede o Carnaval. Na operação, os policias contaram com o apoio de um helicóptero da corporação.

A Prefeitura de Passos divulgou, no último dia 11, um decreto com restrições para o período de Carnaval, de 12 a 17 de fevereiro. De acordo com o documento, não estão autorizados o fechamento de vias públicas para fins festivos e o uso de equipamentos de amplificação sonora ou instrumentos musicais, está proibida a realização de qualquer evento público ou privado e deverá ser seguido o protocolo da onda vermelha do programa Minas Consciente.

Segundo a coordenadora da Brigada de Fiscalização no Combate à Covid-19 de Passos, Gleida Dias Souza, o número de brigadistas será mantido durante o período.

Vamos trabalhar com o mesmo número de brigadistas, que está sendo suficiente até o momento. Continuaremos fiscalizando os bares, restaurantes e lanchonetes. No período de 12 a 17 o distanciamento entre cadeiras deverá ser de 3 metros. Festas, reuniões, eventos, confraternizações ou qualquer tipo de evento que gere aglomerações, independente do número de pessoas, será autuado visto à proibição”, disse.

A coordenadora da Brigada de Fiscalização ressalta que o município contará com o apoio da Polícia Militar para de evitar qualquer tipo de aglomeração e a população pode acionar o Disk Denúncias da Brigada, através do número de WhatsApp (35) 8871-1209, alertando sobre eventos e festas clandestinas.

O telefone para denúncia estará funcionando para denúncias, mas elas deverão ser realizadas via mensagem por Whatsapp. Garantimos total sigilo e anonimato”, afirma a coordenadora.