Destaques Política

Prefeitura de Alpinópolis inicia fabricação de mata-burros de concreto

21 de setembro de 2021

a fabricação de mata-burros é feita pela própria administração para atendimento do Departamento Municipal de Estradas Vicinais:/ Reprodução

ALPINÓPOLIS – Depois de um período de planejamento, confecção das formas e aquisição dos materiais, a Prefeitura de Alpinópolis iniciou a fabricação de mata-burros de concreto, feita pela própria administração, para atendimento do Departamento Municipal de Estradas Vicinais, responsável pela malha viária da zona rural do município.

O mata-burro é um tipo de ponte simples, no entanto a tecnologia é fundamental para oferecer maior resistência, durabilidade e segurança às peças. Inicialmente, os mata-burros eram construídos com madeira, porém a chuva e o sol acabam provocando o apodrecimento da estrutura, o que vem a gerar muitos gastos aos cofres municipais. O trânsito constante também faz com que os tabuleiros se soltem com frequência, segundo informações da administração.

O planejamento para a implantação de mata-burros de concreto começou a ser feito na campanha eleitoral do ano passado, quando os então candidatos, Rafael Freire e Leonaldo Cândido da Silveira, definiram que, em caso de vitória, aos poucos, os mata-burros seriam substituídos por outros modelos que não usam madeira.

Segundo explicou o prefeito Rafael Freire, os mata-burros de concreto, por sua natureza mais resistente, apresentam uma alta durabilidade, se comparados com a madeira e, dessa forma, mostraram ser uma solução simples e econômica para o atendimento desse setor vital para município, já que boa parte da economia alpinopolense vem de atividades agropecuárias. Por ser feito de concreto, esse tipo de mata-burro é mais forte e também ajuda na preservação do meio ambiente.

O mata-burro é um dispositivo que, geralmente, fica ao lado da porteira, na entrada da propriedade, e também em alguns pontos das estradas, sendo um obstáculo que impede a saída dos animais e deixa a passagem livre para os veículos.

Os mata-burros de madeiras ainda são comuns, espalhados por toda a zona rural do município, e são escolhidos, geralmente, devido à facilidade de aquisição de matéria-prima. Existem diversas desvantagens em usar a madeira no lugar do concreto, como menor resistência, o que pode levar a sérios acidentes, principalmente com veículos pesados. Há também a opção de instalação de mata-burro de ferro, porém, os preços são elevados e há também custos e dificuldades na instalação.

“Esse é um investimento que, a médio e longo prazos, diminuirá o uso de mão de obra pelo setor, o que deixa a administração livre para priorizar outras demandas. Também oferecerá maior durabilidade e resistência, além de custar menos aos cofres públicos. Nossos servidores estão empenhados em oferecer mais esta novidade ao homem do campo e se preparam para entregar um produto e serviço de qualidade”, disse o prefeito sobre a confecção das peças, que está acontecendo no pátio da prefeitura.

Além do concreto, o mata-burro é reforçado com ferragens entrelaçadas, o que aumenta sua segurança e qualidade. “Em pouco tempo teremos condições de mudar a cara da infraestrutura rural de Alpinópolis”, concluiu Rafael Freire.