Cidadania Destaques

Prefeito de Alpinópolis deve fazer repasse de R$250 mil para a Apae

11 de Maio de 2021

O Prefeito de Alpinópolis Rafael Freire fez a solicitação do recurso quando ainda era vereador a um deputado e a verba estava ‘travada’ numa conta. / Foto: Divulgação

ALPINÓPOLIS – A Prefeitura de Alpinópolis deve fazer, em breve, um repasse no valor de R$250 mil para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Alpinópolis (Apae). Segundo o prefeito Rafael Freire, esse é o maior valor já repassado pela administração para a instituição e o dinheiro é oriundo de uma emenda parlamentar e foi solicitado por ele quando ainda exercia o manato de vereador, em 2020.

Trata-se de um recurso do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) destinado à estruturação da rede socioassistencial dos estados, municípios e do Distrito Federal para fins de custeio. A emenda foi disponibilizada por meio de instrumento específico, na modalidade fundo a fundo, por intermédio do Sistema de Gestão de Transferências Voluntárias (SGTV).

De acordo com a assessoria da prefeitura, esse dinheiro estava depositado na conta do município desde julho do ano passado e, por motivos não esclarecidos, ainda não havia sido transferido para a Apae. Segundo o prefeito, quando ainda era vereador, ele fez um pedido para que a verba fosse repassada, porém não foi atendido.

Assim, ao assumir a gestão, Rafael Freire disse que imediatamente chamou a direção da Apae e se comprometeu em disponibilizar, o mais rápido possível, o dinheiro para a instituição. Dessa forma, foi montado um plano de trabalho pela assistente social da Apae, com apoio do Departamento Municipal de Ação Social, e, em seguida, elaborado um projeto de lei que foi enviado para a Câmara de Vereadores. A proposta foi aprovada pelo Legislativo e sancionada pelo prefeito.

Atualmente, a Apae de Alpinópolis atende 64 usuários e oferece serviços em três áreas específicas: Assistência Social, Saúde e Educação. Os atendimentos, que são feitos no formato presencial nos serviços de Assistência Social e Saúde, não foram interrompidos durante a pandemia e a instituição vinha passando por dificuldades financeiras, principalmente no decorrer do último ano, devido ao impedimento, imposto pela pandemia, na realização de eventos para a arrecadação de fundos, que era de onde vinha grande parte do dinheiro usado para a manutenção dos serviços.

Nos próximos dias, conforme o prefeito, as demais providências para a continuação do processo de transferência da verba serão tomadas e, no mais breve espaço de tempo possível, o dinheiro estará disponível para a instituição.