Destaques Do Leitor

Preconceitos

20 de agosto de 2020

Nesse momento em que se avolumam os casos de preconceitos, penso que as punições que serão emitidas no final dos processos mostrarão se as mesmas servirão para determinar uma redução nas ocorrências ou serão apenas números de mais uma fatídica estatística. Entendo que a segunda hipótese é a que vai acontecer porque as penas não passam de prestação de serviços à comunidade, doação de cestas básicas e no caso do Desembargador em Santos, o magistrado depois de cometer um crime grave como este, pode ter como castigo a aposentadoria compulsória. Ou seja, nossos processos criminais evidenciam punições que não buscam fazer justiça, servindo apenas para deixar o povo ainda mais descrente daquelas pessoas encarregadas de legislar/aplicar as leis em nosso País.

Pedro Dias – Campinas/SP

Rodovias mineiras

Já está na hora de os políticos mineiros fazerem algo pelo estado. Nos últimos anos, a única coisa feita foi aumentar seus próprios salários. Até coisas simples que vêm onerando a população, como se tivéssemos um pé de dinheiro em casa, não fazem, como essa cobrança caríssima de 10 pedágios, há sete anos, na BR-040. Nada foi feito de duplicação e a concessionária já desistiu do projeto. O governo do estado, Dnit e todos os políticos que representam os mineiros precisam fechar essas praças de pedágio.”

Ivan Print – Itabira/MG

Brasil em 2020

A covid-19 mata e transgredir a Lei de Responsabilidade Fiscal é crime, passível de impeachment. A ajuda financeira aos necessitados durante a pandemia do novo coronavírus é vital, mas gera aglomeração nas agências que dissemina o vírus. A fase aguda da pandemia já passou e os cofres públicos estão vazios. Inflação e impeachment são reflexos negativos de gastanças, mas a ajuda não pode se prolongar sob riscos de danos imprevisíveis. E agora?

Humberto Schuwartz Soares – Vila Velha/ES