Destaques Geral

Pratápolis intensifica fiscalização contra aglomerações

Felipe Misuraca / Especial

16 de junho de 2021

Até ontem, 15, cidade contava com um paciente entubado :/ Reprodução

PRATÁPOLIS – Com 517 casos e 21 óbitos por covid-19, a Prefeitura de Pratápolis intensificou a fiscalização contra reuniões clandestinas e para a conscientização sobre o isolamento social e as medidas de combate à proliferação do novo coronavírus. A campanha é realizada pelo Comitê de Enfrentamento e Combate à Covid-19.

De acordo com a secretária de Saúde do município, Rosilene Antônia Silva, que é presidente do comitê anticovid, o principal objetivo é conscientizar a população sobre a gravidade da situação.

“Queremos que a comunidade entenda a importância do isolamento social para o controle da pandemia”, disse. “É um trabalho contínuo e incessante, já que as pessoas se encontram cansadas das medidas restritivas”, afirmou.

Em Pratápolis, a prefeitura adotou toque de recolher das 20h às 5h, obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos, proibição de propaganda volante de promoções, proibição de realização de eventos, suspensão de alvarás de funcionamento de certas atividades comerciais em dias específicos para incentivar o isolamento social, fiscalização do cumprimento das medidas sanitárias pelo comércio e interdição de áreas de lazer, chácaras e áreas de festas.

Segundo Rosilene, nesta terça-feira, o município registrava um paciente entubado desde o dia 12 de junho e o número de casos confirmados tende a aumentar nas próximas semanas.

“Enquanto os indicadores do Minas Consciente mantiverem nossa macrorregião de saúde na onda vermelha, manteremos as restrições e a campanha pelo isolamento social”, afirmou. “Esperamos que a população nos ajude e colabore no combate contra a covid-19”, disse.