Destaques Dia a Dia

Praga de pai

POR GABRIEL DOS REIS MATOS LEITE

4 de dezembro de 2020

Em noites sombrias, onde ninguém vaga, o mal se esconde onde menos percebemos. Nesse conto verídico de São Roque de Minas, vamos conhecer Edgar, filho de Leucimar, um trabalhador rural que perdeu a mulher, bem cedo. Viviam em uma casa de pau- a-pique onde havia, em frente, uma bananeira bem grande. O menino vivia lamentando a morte da mãe e perguntava sempre:

— Por que, meu pai, perdemos mamãe, tão cedo?

— Pare de reclamar, moleque chato! Pegue na enxada e vá trabalhar — o pai respondia.

E assim o lamento do menino era muito doloroso e sozinho. Certa noite, ele teve um pesadelo horrível. Viu um ser com chifres e garras enormes. Logo, foi correndo para o quarto do pai, que se levantou abruptamente, dizendo:

— O que é, moleque?

— Pai, tive um sonho horrível, posso dormir no seu quarto?

Nesse instante, o pai disse bem alto:

— Você está parecendo o capeta!

De repente, o menino se deformou, seus olhos ficaram assustadores. Ficou violento e com uma força descomunal, jogou uma estante de cem quilos no chão. O pai ficou tão assustado que disse:

— O que é isso?!

Nesse instante, ouviu um som estrondoso, como o de uma voz sobrenatural:

— Seu filho agora me pertence!

Na mesma hora, o pai pegou uma garrafinha de água benta e atirou no filho, molhando toda sua roupa. Ele esbravejou, correu para fora e subiu em uma bananeira.

Logo depois do ocorrido, o menino ainda estava em cima do pé de banana, o pai chamou um padre para rezar. O padre pegou um pano branco e disse:

— Desce daí, meu filho. Deus vai lhe abençoar!

O garoto começou a descer vagarosamente. Quando tocou no pano branco, sofreu inúmeras convulsões vomitou todo o sangue do demônio que havia em seu corpo e assim deu o último suspiro…

Leucimar, desconsolado, se arrependeu da maneira como tratava o filho e passados cinco meses foi se juntar ao filho e à esposa, após um infarto fulminante…

GABRIEL DOS REIS MATOS LEITE é aluno do 3º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio, ano de 2018. Essa e outras 100 histórias regionais estão reunidas em um livro organizado por Maria Mineira. Com o apoio da Cooperativa Educacional de São Roque de Minas foi lançado em 2019: “ Letras da Canastra- Cooperativa Educacional Escrevendo História”. Para adquirir um exemplar entre em contato pelo e-mail: [email protected]