Destaques Geral

Piumhi instala tendas e gradis em frente a banco para evitar aglomeração

8 de Maio de 2020

PIUMHI – Nesta quarta-feira, 6, a Prefeitura Municipal de Piumhi tomou a iniciativa de instalar tendas e gradis próximos à agência da Caixa Econômica Federal, para evitar as aglomerações em decorrência dos saques do Auxílio Emergencial.
As tendas foram instaladas na parte da rua Grijalva Soares Terra, no Centro da cidade. De acordo com Wallace Santana, do Departamento de Trânsito e Mobilidade Urbana da Prefeitura, o atendimento na Caixa chega a 500 pessoas por dia. “As pessoas não estão obedecendo a distância mínima de um metro e meio, então a prefeitura teve essa iniciativa de montar essas tendas e demarcar o chão, como estamos fazendo aqui, justamente para direcionar esse pessoal”, disse ele.

Em relação aos locais onde também há aglomeração como outros bancos e lotéricas, Wallace relatou que também haverá demarcação. O excesso de pessoas se dá principalmente pela agência do município atender também outras cidades da região em que não há Caixa Econômica. A estimativa é que são atendidas aproximadamente 20 mil pessoas por mês em busca do auxílio. “Piumhi não está fazendo somente para os munícipes daqui, mas sim de toda a região em que não há Caixa Econômica, como Capitólio, São Roque de Minas, Vargem Bonita, Pimenta e por aí vai. Então, está todo mundo sendo direcionado para aqui”, relatou Wallace.

O Prefeito de Piumhi, Adeberto de Melo, o Deco, relatou que as tendas não terão custo para o município, foi feito um acordo com o proprietário em que os gradis e as tendas não serão cobradas, com o intuito de ajudar no combate ao coronavírus. “É um custo mínimo, porque depende também de funcionários para montar e desmontar. Mas é mínimo, se elas vão ficar lá 30 dias, nós vamos pagar 2 dias”, afirmou o prefeito.

A agência Caixa Econômica Federal de Piumhi ajudará disponibilizando máscaras e álcool em gel para as pessoas na fila. Deco também ressaltou que os Agentes Comunitários de Saúde estarão auxiliando na organização das filas. De acordo com o banco, o feedback da estrutura colocada foi positivo, além do atendimento ter sido significativamente agilizado.

Em entrevista com algumas pessoas no local em busca de serviços da caixa, notou-se uma grande aprovação da iniciativa e algumas confusões quanto o serviço para o qual a fila se destinava, de modo que pessoas em busca de outros serviços, também estavam no local. A Caixa Econômica informou que para essas situações houve um mal entendido, visto que a fila é somente para pessoas em busca do auxílio e existem informações na porta da agência com os números de telefone para agendamentos diversos.