Cidadania Destaques

Piumhi inaugura Central de Reciclagem

4 de dezembro de 2020

O local recebeu o nome de José Geraldino de Melo, o Zé Branquinho, como homenagem. / Foto: Reprodução Onda FM

PIUMHI – Na terça-feira, 2, a prefeitura de Piumhi, em parceria com a empresa Jacobs Douwe Egeberts (JDE), realizou a cerimônia de entrega oficial da primeira Central de Triagem de Resíduos Recicláveis do Estado de Minas Gerais no modelo de Franquia Social ViraSer. O local recebeu o nome de José Geraldino de Melo, o Zé Branquinho, como homenagem.


Você também pode gostar de: Agências do Itaú são fechadas devido à covid-19

Após agredir namorada, homem é preso por posse ilegal de arma

A Central de Resíduos tem capacidade para triar mais de 50 toneladas de materiais recicláveis por mês e começará a funcionar em janeiro de 2021. A operação segue os padrões de eficiência produtiva da Franquia Social ViraSer, que busca aumentar a escala da recuperação de resíduos no território abrangido pelo Consórcio Cicanastra. Durante o evento, a diretora executiva e fundadora do ViraSer, Maíra Pereira, ressaltou a importância das parcerias para a execução deste projeto. “Não teríamos chegado até aqui se não tivéssemos juntado forças”, afirmou.

Piumhi deu início à operação piloto da coleta seletiva em 2018, promovendo ações de educação ambiental e mobilizando a população de oito bairros para o consumo consciente e o descarte correto de resíduos recicláveis. Com o novo local, será possível expandir o serviço de coleta seletiva aos demais bairros de Piumhi. Hoje, o sistema funciona com a coleta de porta em porta, além de haver 11 Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) espalhados pela cidade.

Outro ponto muito enfatizado durante o evento foi a geração de empregos. Segundo o atual secretário de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Martiniano Fagundes, o centro de triagem é uma maneira de ajudar muitas famílias que passam por dificuldades financeiras. “Para algumas pessoas, é só um galpão. Mas isso aqui vai gerar empregos, vai transformar uma região inteira”, disse.

Em 16 meses de funcionamento, o serviço de coleta seletiva de Piumhi já recuperou mais de 170 toneladas de resíduos recicláveis, que deixaram de ir para o aterro. Todas essas ações contribuíram para que o município recebesse, pela primeira vez, o Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (Islu/2019), que demonstra sua adesão aos princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).