Destaques Dia a Dia

Pirâmide

18 de julho de 2020

Na crônica deste sábado, fujo completamente do formato até hoje utilizado e não contarei nenhuma história. A explicação desta mudança se baseia no medo inato que me péla ao ser ameaçado por alguma praga (menos de mulher feia, à qual tenho o corpo fechado, viu bobona?) igual a que me vi exposto ao tomar conhecimento da mais nova pirâmide (apelido que deram à corrente quando esta não conseguia mais pegar otários).

Sempre existe um oficial do exército americano que quebrou um elo da mesma e as duas pernas e todo o dinheiro, perdendo os cabelos e o posto, voltando a recruta! Sê besta, sô! Eu não! A minha obrigação é espalhar a dita cuja para um monte de gente e não vou desperdiçar a oportunidade que desfruto neste espaço! Lá vai:

Corrente

Faça doze cópias e as envie para doze amigos – de preferência afetivamente carentes ou feios e complexados, a longo tempo sem usar o Bráulio (ih, pegou mesmo o apelido!). Para o fulano do topo da lista, mande a sua mulher, acrescentando o seu nome em último lugar. Quando você atingir o primeiro lugar, receberá 16.416 mulheres, sendo que algumas delas poderão ser interessantíssimas.

Não quebre a corrente

Um sujeito quebrou a corrente e recebeu a sua própria mulher de volta. Outro infeliz que também ignorou a corrente, recebeu duas sogras numa mesma embalagem!

Mantenha a corrente e morra contente. Um amigo meu já recebeu 402 mulheres. Anteontem foi o entêrro dele. Tinha nos lábios um sorriso de satisfação e saciedade nunca dantes visto em toda a sua vida.

Brinde

Para lhe estimular a dar continuidade à corrente, oferecemos, como brinde, um modelo de carta para você se despedir da patroa:

“Minha ex-mulher

Como você não tem tempo de falar comigo tranquilamente, fiz a seguinte estatística, cuja cópia se encontra nas mãos judiciais, que coloco à sua consideração, visto que tal assunto a irrita com extrema facilidade.
Durante o ano passado, tentei seduzi-la 365 vezes, obtendo êxito em apenas 36 tentativas.
Abaixo, exponho os motivos dos meus fracassos:
– porque poderia acordar as crianças: 56 vezes
– porque fazia frio: 26 vezes
– porque fazia calor: 34 vezes
– porque não fazia nem frio nem calor: 05 vezes
– porque você estava cansada: 38 vezes
– porque você tinha dor de cabeça: 27 vezes
– porque você estava de estômago cheio: 36 vezes
– porque você não estava de bom humor: 49 vezes
– porque você estava naqueles dias: 48 vezes
– porque você estava com o esmalte fresco: 20 vezes
– porque o pernilongo zumbiu na sua orelha: 10 vezes

Mesmo nas 36 vezes nas quais obtive sucesso, este foi relativo, porque:
– 10 vezes você disse que eu me apressei como coelho;
– 12 vezes tive de acordá-la para dizer que eu tinha acabado;
– 1 vez, uma joelhada dolorida na sacola;
– 2 vezes você disse, inconscientemente, o nome do Ricardão;
– 11 vezes, pensei que tivesse morrido, tal a sua imobilidade.
Um abraço do seu ex-marido”

Passe prá frente ou nunca mais você conseguirá nada numa cama a não ser dormir…