Destaques Esporte

Pesquisa revela que corrida tem impacto na saúde mental

17 de junho de 2020

Foto: Divulgação

BRASIL – A corrida desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde mental de 81% dos praticantes regulares. No Brasil, o impacto é ainda maior: 88% sentem o impacto da corrida em sua sanidade mental.

É o que disse um estudo global feito pela Asics e que reuniu dados de mais de 14 mil praticantes regulares de corrida de 12 países: Brasil, Austrália, China, França, Alemanha, Índia, Itália, Japão, Rússia, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos. Foi feito um questionário com mil corredores de dez desses países e com 2 mil de Reino Unido e Estados Unidos. Os resultados demonstraram não só a importância da corrida para a saúde mental, mas também a falta que ela tem feito na vida dos praticantes e a função que a atividade física tem em seu dia a dia.

Tanto que 78% afirmaram que pretendem dar mais importância ao papel que esporte desempenha em suas vidas, número que sobe para 91% no Brasil. 75% das pessoas afirmavam que o exercício é importante em função da pandemia de Covid-19 e 59% pretendiam adaptar os exercícios que passaram a fazer durante a quarentena à sua rotina pós-isolamento. Entre os brasileiros, essa estimativa sobe para 76% e 70%, respectivamente.

A corrida libera serotonina no cérebro, um hormônio que melhora o humor, o sono e a libido. A pesquisa foi feita com corredores regulares, gente que corre pelo menos duas vezes por semana, é natural que sintam a importância do esporte em suas vidas. Até quem não corria há anos, voltou. Acredito que uma nova onda de corrida vai estar estourando quando tudo se normalizar, como aconteceu há dez anos” comentou o treinador Lauter Nogueira, comentarista do SporTV.

Segundo a pesquisa, 36% estão mais ativos agora do que eram antes do início da pandemia, mesmo com o confinamento. Durante o mês de abril, o aplicativo Runkeeper, também analisado no estudo, apresentou aumento de 252% nos registros em todo o mundo e um crescimento de 44% em usuários ativos mensais em comparação com o mesmo período do ano passado.

O estudo também relatou um aumento global de 62% de pessoas saindo para uma corrida semanal, apesar das medidas de distanciamento social. Comparado ao mesmo período do ano passado, houve um aumento de 47,3% (globalmente) no número de pessoas correndo.