Destaques Geral

Pelo 2º mês, região tem saldo positivo na geração de empregos

22 de agosto de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última sexta-feira, 21, mostram saldo positivo na geração de emprego formal no mês de julho na região. Conforme o levantamento, o saldo entre demissões e admissões foi de 473 novas vagas, número semelhante ao levantamento de junho, quando os 24 municípios mais próximos geraram 478 vagas.

O balanço registrou, durante o mês de julho, 1.984 admissões, número 6,72% maior em comparação a junho, quando 1.859 trabalhadores foram contratados. Em relação às demissões, 1.521 pessoas perderam o emprego no último mês, ante 1.381 no período anterior.

Em Passos, o mercado de trabalho teve queda na geração de novas vagas. Em junho, o saldo registrado foi de 349 vagas de trabalho e, no mês passado, foram 218 postos de trabalho, o que representa uma diminuição de 37,53%. No município, foram 665 contratações e 447 demissões. A indústria, pelo segundo mês consecutivo, foi o setor que mais admitiu (257), seguido pelo comércio (200) e serviços (140).

Piumhi apresentou alta de 20,42% em contratações, passando de 142 registros, em junho, para 171, em julho. Apesar do aumento, o município também apontou alta em demissões, passando de 140 para 163. O segmento que mais contratou e, ao mesmo passo, mais demitiu, foi o comércio, com 82 admissões e 81 demissões.

Com saldo positivo de apenas uma vaga, São Sebastião do Paraíso registrou 394 novos contratos de trabalho e 393 demissões. Os números são maiores que em comparação a junho, período em que houve 355 admissões e 358 desligamentos. A indústria foi a área com mais contratados (125), seguida pelo setor de serviços (112) e o comércio (102).

Acumulado

Entre as três maiores cidades da região, Passos, com 102 novos postos de trabalho, é a única com saldo positivo no acumulado entre janeiro e julho deste ano na geração de emprego. Paraíso registrou fechamento de 507 vagas e Piumhi fechou 42 postos com carteira assinada.