Destaques Geral

Pedidos de seguro-desemprego caem 18,5% na região em janeiro

Por Nathália Araújo / Redação

8 de fevereiro de 2021

EM ALPINÓPOLIS O COMÉRCIO FOI MONITORADO E TRABALHADORES COM SINTOMAS GRIPAIS TESTADOS. / Foto: Divulgação

PASSOS – De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Economia, por meio da Secretaria Nacional de Trabalho e Renda, a quantidade de trabalhadores que solicitaram o Seguro-Desemprego diminuiu 18,51% na região. Os dados são referentes ao mês de janeiro de 2021, que totalizou 1.034 pedidos. No mesmo período do ano passado, foram 1.269 solicitações.


Você também pode gostar de:

Conforme o levantamento, a maior queda foi registrada em Pratápolis (69,56%). Em seguida, aparecem Jacuí (68,18%), Itamogi (47,82%), Piumhi (29,92%), Passos (24,67%) e Itaú de Minas (22,58%). Em Alpinópolis, Bom Jesus da Penha, Capitólio, Claraval, Delfinópolis, Guapé, São José da Barra, São Roque de Minas, São Tomás de Aquino e Vargem Bonita, os pedidos de seguro-desemprego aumentaram no primeiro mês deste ano.

Os indicadores também apontam que, em Minas, o número de solicitações do benefício aumentou cerca de 2% no ano passado. No comparativo entre 2019 e 2020, os meses que tiveram a maior alta foram abril, maio e junho, o que pode ser justificado pelo impacto que a pandemia do novo coronavírus causou no mercado de trabalho, uma vez que a maior parte das empresas foi afetada pelas medidas de restrições para conter a disseminação da doença.

Técnicos do Governo Federal avaliam que a diferença nas estatísticas podia ser ainda mais significativa, considerando que, para proteger os contratos trabalhistas e manter a economia do país, cerca de 10 milhões de trabalhadores foram cadastrados em um programa que determina a redução das jornadas e o financiamento do valor pago aos profissionais. Outro fator que contribuiu com a renda de muitas famílias foi a liberação do Auxílio Emergencial, destinado a profissionais autônomos e Microempreendedores Individuais (MEIs).

Para solicitar o seguro-desemprego, que faz parte da Seguridade Social, os trabalhadores demitidos sem justa causa devem dar entrada com o pedido entre sete a 120 dias após o rompimento do contrato de trabalho, sendo que é necessário a apresentação da Carteira de Trabalho e Previdência Social, do termo de rescisão e uma declaração indicando que o cidadão não recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC/Loas) e que também não possui renda própria de qualquer natureza. Os pedidos podem ser registrados pela internet, por meio do endereço virtual www.gov.br/pt-br/solicitar-o-seguro-desemprego.


Veja aqui o número de pedidos de seguro-desemprego nas principais cidades da região: