Destaques Dia a Dia

Pedalar acalma

POR LUIZ GUILHERME WINTHER DE CASTRO

16 de novembro de 2020

No dia 18/09/2020, a folhinha que se destaca dia a dia no calendário de Aparecida, traz um assunto, com o título acima, selecionado por Estela Regina T. M. de Toledo, da maravilhosa cidade de Piracicaba, Estado de São Paulo. Ali, no Rio Piracicaba, há, ou havia, uma cascata. O epíteto “Noiva da Colina” foi dado por Brazílio Machado Neto à cidade, em 1886. Ele era promotor público em Piracicaba e também um renomado intelectual, poeta e escritor.

Aqui, nós tentamos acrescentar nos conselhos a nossa opinião e interpretação, no sentido de colaborar com os interessados no assunto e esclarecer, é claro, quanto às vantagens e cuidados na prática dos exercícios. Há também quem utilize o veículo para o seu próprio trabalho, como meio de locomoção e mais econômico.

A autora escreve: Além de fazer muito bem para o coração, pedalar fortalece os pulmões. – Sabemos que várias modalidades de exercícios só trazem benefícios para a saúde. Aqui, a autora confirma benefícios para o coração e pulmões. Pedalar também é modalidade esportiva nas competições de corridas ou também nas trilhas por regiões montanhosas.

Os batimentos aceleram e fazem com que seu organismo trabalhe mais, sem prejudicá-lo. – Tudo bem, mas, não seria melhor consultar um médico antes de praticar o exercício? Mesmo para quem já pratica, não seria recomendável passar por uma avaliação médica periodicamente? Tal período ficaria a critério do médico, é claro!
A atividade contribui para regularizar os níveis da pressão arterial, colesterol e triglicerídeos. – Uma ótima ajuda para o organismo de quem pratica, mas, sempre com moderação e nunca com excessos. Excessos trarão consequências nada agradáveis, com certeza!

Modela as pernas, melhora o fôlego, alivia o estresse, acalma e deixa a gente feliz, além de emagrecer. É um exercício aeróbico, portanto, queima calorias. – Para quem deseja ter um corpo saudável, ter o fôlego melhorado, evitar ou diminuir o estresse do dia a dia, provocado pelo excesso de trabalho e preocupação, é realmente um excelente exercício. A fadiga ou estafa é um sintoma do estresse, mas, não é a sua causa. No caso do estresse, a intensidade da estafa é maior. A forma como o organismo reage aos sintomas é diferente. Pedalar acalma a pessoa e faz com que se sinta mais feliz. Ainda ajuda a emagrecer, caso a pessoa possua uns quilinhos a mais no seu corpo, o que é importante. Por ser um exercício aeróbico, ajuda a queimar as indesejáveis calorias.

O valor exato varia de acordo com o peso, altura, idade e ritmo de cada pessoa. – É por isso que já afirmamos a necessidade de procurar um médico para avaliação completa da pessoa. Utilizar os serviços de profissional de educação física também é muito desejável, sem abrir mão da avaliação médica.

Antes de pedalar é preciso tomar alguns cuidados, principalmente ao percurso. Dê preferência às ciclovias. – Num mundo com trânsito infernal e muitas vezes violento, principalmente nas grandes cidades, onde há boa sinalização, mas, também, muitos abusos e falta de respeito, todo cuidado é pouco. O ideal é procurar lugares calmos e adequados para uma boa pedalada e sem abusar da velocidade. Toda atenção ainda é insuficiente, os acidentes não mandam avisos, acontecem de repente. Utilizar ciclovias, quando disponíveis, é o ideal. Mesmo assim, já tivemos notícias de acidentes nelas, provocados por outros veículos.

Há acessórios como capacetes, luvas, óculos e é ideal aplicar protetor solar nos dias quentes. – São acessórios importantes para a proteção no ciclismo. A pessoa, num caso de um possível acidente, talvez não se machuque tanto. Uma boa prevenção nunca é demais!

Leve com você uma garrafa térmica com água ou bebida isotônica para repor os sais do corpo. – Um bom conselho, mas, acredito que seja melhor parar a bicicleta, procurar um local seguro e reabastecer o organismo com a água. Beber a água direto da garrafa e ainda pedalando, não considero uma boa ideia. Uma leve distração pode ocasionar um acidente, que poderá ser ou não de proporções desastrosas.

LUIZ GUILHERME WINTHER DE CASTRO, professor de oratória e de técnica vocal para fala e canto em Carmo do Rio Claro/MG, ex-professor do ensino técnico comercial formado no Curso Normal Superior pela Unipac.