Cultura Destaques

Passos elege membros do Conselho Municipal de Política Cultural

Por Adriana Dias / Redação

3 de agosto de 2021

Divulgação.

PASSOS – Foi realizada neste domingo, 1º, a eleição para o Conselho Municipal de Política Cultural. Ao todo dez candidatos se inscreveram sendo que 91 pessoas votaram, com um voto inválido. A escolha de quem vai presidir será definida na primeira reunião do conselho que será realizada nos próximos dias, com data ainda não marcada.

De acordo com o secretário municipal de Cultura e Patrimônio Histórico, Pedro Silva, o Pedrinho, foram eleitos para os cargos como titulares, para o biênio 2021/2023, os candidatos Milton Hermenegildo da Silva, o Japão, com 38 votos, representando produção de eventos; Nathany Feliciano França, com 36 votos, representando a dança; Giovani Moraes de Lima, com 27 votos, sendo representante do setor musical; Wanderson José Rodrigues Rosa, com 17 votos, representante da cultura popular e Patrick Dias dos Santos, com 11 votos, representante de audiovisual.
Como suplentes foram escolhidos Marco Antônio Silva Rodrigues, com 11 votos, representante da produção de eventos; Maria de Fátima Alves Grilo, contabilizando 10 votos, como representante de teatro; Leonardo Silveira Batista de Castro, com 9 votos, também da produção de eventos; Victor Daniel da Silva, obteve 8 votos e também é de teatro e Raquel Pereira de Paula Oliveira, com 6 votos, representando o artesanato.

Foram eleitos os integrantes da sociedade civil e a partir de agora as secretarias que fazem parte do Conselho, que são as de Saúde, Fazenda, Desenvolvimento Social, Cultura e de Turismo, mandarem os nomes dos seus representantes.

Após este envio dos representantes com os membros eleitos e os escolhidos pelo Poder Público é que se agenda a reunião. Deve demorar uns 15 dias para dar posse por meio de decreto.

O Conselho Municipal de Política Cultural de Passos foi criado pela Lei Municipal nº. 3.106, de 29 de setembro de 2014, Decreto Municipal nº 731 de 10 de novembro de 2014, e é órgão normativo, propositivo, orientador, consultivo, deliberativo e fiscalizador das ações culturais do Município, sendo regido por Regimento Interno.

O Conselho faz parte do Sistema Municipal de Cultura (SMC) e tem como objetivo formular e implantar políticas públicas de cultura, democráticas e permanentes, pactuadas com a sociedade civil e com os demais entes da federação, promovendo o desenvolvimento humano, social e econômico com pleno exercício dos direitos culturais e acesso aos bens e serviços culturais, no âmbito do município.