Destaques Geral

Passos comemora 163 anos sem os históricos eventos cívicos

Por Adriana Dias / Redação

14 de Maio de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Há 163 anos, a região emancipava a cidade de Passos e há muito tempo os moradores e visitantes acompanharam as comemorações cívicas, dentre elas os desfiles de 14 de maio, quando escolas, Polícia Militar e entidades marchavam rumo à Praça da Matriz. Em 2021 o cenário não permite este tipo de festividade, mas a administração municipal prepara uma live para os passenses.


O que você também vai ler neste artigo: 

  • Trabalho e renda ainda são desafio
  • Cidade é privilegiada nas áreas de Educação e Saúde

De acordo com o Prefeito Diego Rodrigo de Oliveira, infelizmente esse aniversário será diferente de todos os anteriores.

Com o agravamento da crise sanitária, nosso maior desafio é salvar vidas, buscando a conscientização do nosso povo nas medidas de prevenção, aumento de leitos na Santa Casa, busca de vacinas”, afirmou o chefe do Executivo.

Questionado sobre os desafios, Oliveira salientou que, além daqueles que a cidade sempre teve, como asfaltamento, regularização fundiária, aumento na oferta de medicamentos, exames, zerar as filas de consultas, cirurgias, ele acrescenta a importante reforma administrativa com a modernização da gestão como os maiores desafios, mas que esta gestão já está vencendo.

Com uma população estimada em 115.337 pessoas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2020, o presente que a atual administração vai dar para esta população é, segundo Oliveira, o trabalho desta gestão.

A atual gestão está há 125 dias imprimindo seu presente para a administração, através de muito trabalho, austeridade, diálogo e foco no cidadão”, garantiu.


Trabalho e renda ainda são desafio

PASSOS – Em 2018, o salário médio mensal dos passenses era de 1.9 salários-mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 23.7%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 182 de 853 e 111 de 853, respectivamente. Conforme o Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo (Sictur), Sandro Lopes Figueiredo Marques, a atual administração tem se desdobrado para buscar atrair novas indústrias e empresas para se instalarem em Passos e com isso, gerar emprego e renda.

Em 150 dias, em uma pandemia sem precedentes, é muito difícil conseguir investidor que queira ampliar negócios, até porque nosso Código Tributário é antigo, de 1989 que não permite isenções fiscais, o que seria um atrativo para novos empresários. Mas, estamos lutando para atrair empresas, inclusive internacionais”, garantiu.


Cidade é privilegiada nas áreas de Educação e Saúde

PASSOS – A cidade de Passos é considerada um polo regional de Educação e também de Saúde. Com 38 escolas de Ensino Fundamental, 17 de Ensino Médio, uma universidade estadual, a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) que conta com 27 cursos, o Instituto Federal do Sul de Minas, com 5 cursos de graduação, 6 de pós-graduação e 3 técnicos. Também conta com uma faculdade particular com dois cursos, além de várias faculdades com ensino a distância.

Para o diretor acadêmico da Unidade Passos da Universidade do Estado de Minas Gerais, professor Itamar Teodoro de Faria, nesta sexta-feira, 14 de maio, a querida Passos completa 163 anos de autonomia político-administrativa como município.

Há 55 anos nossa Unidade vem contribuindo com a formação de milhares de profissionais, em inúmeras áreas, os quais são diretamente responsáveis por impactar positivamente na melhoria das condições de vida do nosso povo. A Universidade do Estado de Minas Gerais, Unidade Passos, tem muito orgulho e honra em fazer parte da história de Passos e reafirmamos nosso compromisso com o desenvolvimento local e regional. Parabéns, Passos”, afirmou Faria.