Destaques Esporte

Passense conquista Copa São Paulo Sub 20

Por Ézio Santos/ Especial

25 de fevereiro de 2021

O belo troféu foi conquistado após empate sem gols com Itapecerica da Serra (SP). / Foto: Divulgação

PASSOS – Na noite de terça-feira, dia 23, o Clube Esportivo Passense de Futebol e Cultura se tornou campeão pela primeira vez desde sua fundação, em janeiro de 2001, da 4ª edição da Copa São Paulo Sub 20, uma competição que reuniu clubes de vários Estados do país. O belo troféu foi conquistado após empate sem gols com Itapecerica da Serra (SP), e a vitória por 4 a 3 na disputa de penalidades máximas.

Disputada nos moldes da tradicional Copa São Paulo de juniores, suspensa por causa da pandemia do novo Coronavírus, o torneio foi realizado a partir do dia 10 deste mês teve municípios de São Paulo como sedes da fase classificatória. O Passense, única agremiação de Minas Gerais, disputou cinco partidas em Mogi Guaçu (SP), e as últimas duas na Arena Santa Maria, capital.

Para o presidente do clube, Flávio Queiroz, foi uma conquista para calar a boca de muitas pessoas, inclusive da imprensa da cidade, que ainda não acreditam no seu trabalho.

Para muitos, não passaríamos da primeira fase, mas está aí o resultado. Mesmo com dificuldades, o apoio dos pais dos atletas de Passos e empresários parceiros, somos vitoriosos. É apenas o início de um trabalho com a garotada que tem futuro promissor”, desabafou.

Do grupo de jogadores campeões, seis são de Passos: Igor Henrique, titular; Vinícius Barbosa, Leonardo, Alison, Jean e Zé Ivan. Destaques para Daniel, o artilheiro do time com sete gols, e Luiz Antônio que balançou as redes quatro vezes. Nos sete jogos que disputou, o alviverde venceu cinco, empatou um, e perdeu uma. Foram 15 gols pró e quatro contra.

Flávio revelou que patrocinadores e investidores ligados ao Passense, desembolsaram mais de R$ 25 mil de despesas entre uniforme, transporte, hospedagem, alimentação, arbitragem, inscrição de atletas e outras. A Copa foi promovida por uma empresa de Peruíbe (SP), cujo presidente é Solito, ex-goleiro do Corinthians. Os árbitros são registrados na federação paulista, mas prestadores de serviço para uma firma do setor de eventos esportivos instalada na capital do Estado.