Destaques Geral

Papelarias sofrem com queda nas vendas durante a pandemia

Por Beatriz Silva / Redação

26 de outubro de 2020

Papelarias apostam em promoções e em diferentes segmentos. / Foto: Divulgação

PASSOS – Representantes de papelarias passenses relatam queda de até 30% no movimento durante a pandemia de covid-19. Com a manutenção das aulas remotas, a diminuição das vendas, que atingiu todos os tipos de itens disponíveis, tem afetado, principalmente, o setor de materiais escolares para a educação infantil. Cleide Aparecida de Souza, operadora de caixa em uma papelaria do município, diz que a queda foi de 30% em relação aos meses anteriores à pandemia. Além disso, de acordo com ela, a procura por cadernos, lápis e borrachas tem diminuído cada vez mais.

“Sendo virtuais, as atividades exigem menos materiais. Deste modo, houve queda nas vendas, porém estamos apostando nos materiais para escritório, como pacotes de folhas tipo sulfite, canetas etc.”, considerou.

O proprietário de outro estabelecimento, que preferiu não se identificar, conta que já era esperada a diminuição, principalmente no segundo semestre do ano. Segundo ele, a diminuição nas vendas também girou em torno de 30%.

“Estando em casa, muitos alunos reaproveitam seus materiais e fazem anotações em blocos de notas virtuais, diminuindo consideravelmente a compra de itens básicos do dia a dia. Alguns materiais ainda são comprados, mas, sem dúvidas, em quantidades bem inferiores em relação ao ano passado, por exemplo” disse.

Para fugir do prejuízo, o empresário afirma que investiu em outro segmento.

“Estamos vendendo embalagens, a procura é boa e mantém o estabelecimento com as contas em dia, sem riscos de fechamento em razão de uma crise”, assegurou.

Já Débora Castro, atendente de outra papelaria, revela que, em seu local de trabalho, apesar da realização de promoções, a procura continua baixa:

“Mesmo com preços menores, as pessoas acabam não comprando, por realmente não precisarem de vários artigos. Lápis de cor, cartolinas e EVAs, que eram muito procurados, acabam parados, principalmente agora, neste final de ano”.


Setor em queda

De acordo com estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 10 de agosto, as vendas de varejo das papelarias caíram pela sétima vez seguida (-43,2%), ante o mesmo período de 2019. No acumulado do ano, a queda é de 29,9%, e o segmento permanece no campo negativo desde fevereiro.