Coluna MG Destaques

Papa doa equipamentos

20 de outubro de 2020

O Papa Francisco fez a doação de macacões e medidores digital de temperatura para a Santa Casa de Montes Claros, viabilizados pela Esmolaria do Vaticano. O hospital foi um dos indicados para receber os equipamentos enviados pelo Papa Francisco para apoiar nos trabalhos das equipes de saúde e contribuir com a prevenção de contágio do novo Coronavírus no Brasil. A Cáritas Arquidiocesana de Montes Claros recebeu os equipamentos e, na presença do arcebispo metropolitano Dom João Justino, os entregou à gestão do hospital. (Gazeta Norte Mineira)

O que você também vai ler neste artigo:

  • Cartazes em Caeté
  • Pará de Minas usa plataforma
  • Uberaba tem novos patrimônios
  • Leopoldina recebe cestas
  • Uberlândia inicia ClimaUdi
  • Taxa é a menor desde março

Cartazes em Caeté

Uma forma inusitada de alguns moradores da estrada que liga os distritos da Penha a Roças Novas, em Caeté, chamou a atenção no último fim de semana por quem passava no local. Numa forma de se livrar de visita de políticos, cartazes foram colocados na frente de uma residência e na porteira de outras propriedade, dizendo: “Não estamos recebendo políticos! Favor não subir!”, e também: “Favor não pedir voto. Obrigado.” (Jornal Opiniãõ – Caeté)

Pará de Minas usa plataforma

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), inaugurou na última quinta-feira, 15, o uso da plataforma do Processo Judicial eletrônico (PJe) no Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) Pré-processual. Nesta primeira fase, 36 comarcas foram contempladas com a iniciativa, entre elas Pará de Minas. Na avaliação do 3º vice-presidente do Tribunal mineiro, desembargador Newton Teixeira Carvalho, a utilização do sistema se traduz em maior qualidade dos serviços prestados ao cidadão e ao advogado, podendo interligar Comarcas. (JC Notícias- Pará de Minas)

Uberaba tem novos patrimônios

A Feirarte de Uberaba, realizada todos os sábados na Praça Dr. Jorge Frange, e a Dança do Catira, parte da cultura popular de Uberaba, agora são Patrimônio Cultural Imaterial da cidade. Os decretos foram publicados no Porta-Voz do Município na última quarta-feira, 14, e assinados pelo prefeito Paulo Piau e o presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Marcelo Palis. A publicação garante que a Feirarte de Uberaba e a Dança do Catira sejam devidamente preservadas como patrimônios registrados, assegurando todos os direitos e deveres estabelecidos. (Jornal da Manhã- Uberaba)

Leopoldina recebe cestas

Com o objetivo de contribuir com famílias que vivem em situação de vulnerabilidade, o Grupo Energisa e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) se uniram na distribuição de 100 toneladas de alimentos para atender a 3.300 famílias, em 11 estados onde a empresa atua na distribuição de energia. Aqui em Cataguases e distritos, vão ser 450 cestas básicas, para atender a 150 famílias até dezembro deste ano. Segundo dados recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a fome afeta mais de 10 milhões de brasileiros. (Jornal Leopoldinense- Leopoldina)

Uberlândia inicia ClimaUdi

A Prefeitura de Uberlândia iniciou a implantação do projeto ClimaUdi, um sistema de monitoramento climático, desenvolvido em parceria com o Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia. A iniciativa prevê a instalação de 40 miniestações que captam dados relativos às variações climatológicas e auxiliam na elaboração de estratégias para minimizar o impacto das chuvas na rotina da população. As miniestações vão compor um sistema com dados dos perímetros urbano e rural. (Diário de Uberlândia)

Taxa é a menor desde março

O boletim epidemiológico sobre a situação da pandemia do coronavírus em Sete Lagoas da última sexta-feira, 16, aponta que nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas e 11 novos casos foram confirmados: seis mulheres e cinco homens, elevando o número de casos positivos a 2.994 desde o início da pandemia. Entre eles, estão 57 óbitos, oito hospitalizados, 25 pessoas em isolamento domiciliar e 2.904 já recuperadas. Ao todo, são 29 pacientes hospitalizados na cidade por causas respiratórias, sendo 18 em enfermaria e 11 em UTI. (Jornal Sete Dias- Sete Lagoas)

Rede de Notícias do Sindijori MG