Cidadania Destaques

Pandemia obriga mudanças em campanha de Natal

11 de dezembro de 2020

Foto: Divulgação

S.S. PARAÍSO – Como anteriormente divulgado pela Folha, por causa da pandemia do novo coronavírus que ainda assola o país, a campanha “Papai Noel dos Correios”, realizada há três décadas em todo o Brasil sofreu algumas alterações neste ano. As cartinhas das crianças atendidas pelo projeto e o cadastro dos padrinhos que realizarão aos pedidos de Natal será realizado via internet.

No âmbito de São Sebastião do Paraíso, a gerência da agência dos Correios lembra que o apadrinhamento das crianças será realizado através do “Blognoel” (www.blognoel.correios. com.br). “No blog, basta clicar na opção ‘adotar cartinha’, que o cidadão será redirecionado a uma página onde pode selecionar Estado e a cidade de sua origem, tendo acesso, assim, as cartinhas disponíveis”.

Todos os anos, os Correios buscam três instituições de ensino do município diferentes para oportunizar que todas as crianças em situação de vulnerabilidade social sejam contempladas, entretanto, em 2020, a campanha vai atender apenas uma entidade paraisense: o Lar Pedacinho do Céu. Ao todo, 50 cartinhas serão disponibilizadas para o apadrinhamento.

Infelizmente, devido às condições impostas pela pandemia, os Correios não terão aquele trabalho que era realizado todos os anos, recebendo pessoas na agência para escolher a cartinha”, concluiu a gerência.

A campanha “Papai Noel dos Correios” nasceu na década de 1980 e ganhou força ao unir forças com a população brasileira, naquilo que a empresa chama de “grande corrente de solidariedade”. Desde 2010, além de receber as cartinhas que vinham da sociedade, a ação passou a fortalecer a importância da educação, convidando crianças de escolas da rede pública a também tirarem os sonhos do papel.