Destaques Geral

Paciente suspeita de morte por coronavírus é enterrada no Carmo

29 de abril de 2020

C.R. CLARO – O município de Carmo do Rio Claro registrou o primeiro óbito suspeito de coronavírus. A morte de uma mulher, de 35 anos, aconteceu na madrugada desta terça-feira, 28, no Hospital São Vicente de Paulo. A paciente estava com síndrome respiratória aguda e morreu por volta das 3h de ontem. Segundo o médico plantonista, a paciente foi submetida como procedimento exigido pela secretaria de saúde ao teste da covid-19.

Familiares da vítima gravaram um vídeo que circulou pela internet, em que alegam ter havido muita pressa para que o corpo fosse sepultado, segundo relatou o pai da vítima Antônio Cândido de Oliveira, a filha não teria morrido por motivos de coronavírus, uma vez que ela nem saía de casa.

De acordo com o protocolo criado Ministério da Saúde, no caso de síndrome respiratória aguda, o paciente deve ser considerado caso suspeito de coronavírus. Após o óbito, o exame foi realizado e vai poder afirmar se a morte da paciente teve ou não causa pela covid-19.

Em nota, o Hospital São Vicente de Paulo informou que “os procedimentos adotados quanto a seus pacientes são em conformidade com as orientações emitidas pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde.

Conforme uma cunhada da vítima, procurada pela Folha, ela teria dado entrada no hospital com sintomas de infecção de urina.