Destaques Geral

Oposição vence eleição para conselho da Casmil

Por Ézio Santos/ Especial

28 de setembro de 2021

A chapa de oposição, denominada de ‘Casmil Transparente’, foi eleita por 31 e é composta por Renato de Oliveira Medeiros, Ronaldo Alves da Silveira e Eduardo Cardoso Freire./ Foto: Divulgação.

PASSOS- A Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Cooperativa Agropecuária do Sudoeste Mineiro (Casmil), realizada no último domingo elegeu uma chapa de oposição para o conselho fiscal e não aprovou as contas apresentadas pela atual diretoria, presidida por Leonardo Medeiros.

A assembleia, que foi fechada para a imprensa e cujos resultados não foram divulgados oficialmente pela Casmil, foi o primeiro evento de prestação de contas realizado após o início da pandemia da covid 19. Até então, os mais de 160 cooperados não tinham conhecimento de receita, despesa, valores das dívidas ativas, com os ex-funcionários, do patrimônio, fechamentos da fábrica de produtos lácteos, loja agroveterinária, alugueis de imóveis, venda de maquinário e outras medidas tomadas pelos administradores .

Como a imprensa não teve permissão para entrar no recinto onde foi realizada a assembleia, a fábrica da ração na rodovia MG-050, durante todo o dia de ontem a reportagem tentou ouvir as assessorias jurídicas de ambos os lados, mas nenhuma quis se manifestar sobre o assunto.

Extra oficialmente apurou-se que as contas do presidente da cooperativa, Leonardo dos Reis Medeiros, foram reprovadas por suspeita de fraudes e outras irregularidades. A chapa de oposição, denominada de ‘Casmil Transparente’, foi eleita por 31 e é composta por Renato de Oliveira Medeiros, Ronaldo Alves da Silveira, Eduardo Cardoso Freire, Edilson Cardoso, Adriano de Souza e Eliaque Ramos Cardoso de Freitas. Dos 162 cooperados aptos a votar, oficialmente não se sabe quantos exerceram o direito de participar do pleito.