Destaques Do Leitor

O preço da Política

9 de junho de 2020

Caro (e)leitor(a), no final de semana aconteceu um fato daqueles que nos faz pensar sobre a que ponto a Humanidade está chegando. Criaram um Perfil Fake, com foto de Sapo, com o falso nome de Alexandre Reis, onde o perfil contava em forma de contos os bastidores da Política.

O que é de espantar são os fatos seguintes que vou expor: um Amigo me enviou uma mensagem dizendo que gostou muito do que o Sapo postou, eu não entendendo nada perguntei sobre o que se tratava, então o Amigo me enviou os contos. Rapidamente entendi que alguém estava tentando atacar terceiros usando uma narrativa minha (contos) para que esses que estavam sendo “atacados” pensassem que Eu estava por trás desse perfil.

Fiquei grata ao Amigo que me enviou, afinal não teria visto a postagem se o mesmo não tivesse me alertado. Entrei em contato com os personagens envolvidos no conto, que de obra de ficção não tem nada, e alertei sobre não estar envolvida nesses contos, mas fiz o compromisso de descobrir quem estava. Domingo à noite descobri de quem era o perfil e pra minha extrema decepção o autor que estava por trás do Perfil Fake era o Amigo que me alertou sobre o post e que me questionou se o perfil não era meu! Como descobri? O ex-Amigo esqueceu de retirar o número do seu celular do modo público. Mas mesmo sabendo que era ele, quis dar uma última oportunidade dele me contar a verdade.

Sendo assim, perguntei ao mesmo se o Perfil Fake era dele; ele negou e ainda quis imputar a propriedade do Perfil a minha pessoa! A hora que soltei a fábula da Cobra Píton e postei os 4 primeiros números do celular o mesmo veio indignado no whatsapp perguntando se eu queria arrebentar ele! Alegou que estava tentando me ajudar! Agora me diga que ajuda é essa de alguém criar um Perfil Fake, soltar contos delatando bastidores e imitar minha narrativa para que as pessoas envolvidas possam pensar que sou eu que estou atacando? E se uma dessas pessoas, com raiva, manda me ameaçar ou fazer algo comigo? O que mais me deixa chateada é que essa ação não foi isolada, ela foi coordenada por pessoas de 3 siglas partidárias com o intuito de que os Presidentes de outras 3 siglas ficassem aborrecidos e quisessem soltar sua ira sobre o MDB e sobre o Erick.

Mas o que dói mesmo, é saber que as pessoas que frequentam a minha casa, que sempre consideramos nossos amigos acima de qualquer divergência política, estavam por trás desse ato baixo e vil! Eu deveria citar os nomes de todos vocês, provas eu tenho sobra, mas penso que vocês devem reparar os danos que causaram aos terceiros pedindo desculpas a eles. Não precisam me pedir desculpas, não guardo ódio ou rancor, só não quero perto de mim pessoas que fazem de tudo pra chegar no Poder. Eu sei exatamente quem mandou mensagem pra quem querendo imputar a mim a autoria.

Sei que será difícil calçar a cara e pedir desculpas, mas aprender com os erros e amadurecer muitas vezes dói e não é fácil! Enquanto a política for tratada como projeto de Poder, Passos será sempre administrada por pessoas que não visam o Município ou o Povo e sim a interesses particulares de Grupinhos e infelizmente temos aqui as piores figuras da velha política se aliando aos novos da política que querem a manutenção e perpetuação das velhas práticas do toma lá da cá! Agradeço a Deus, N.S. da Medalha Milagrosa e N.S. do Desterro que me protegeram das maldades e iluminaram pra que eu descobrisse quem estava por trás desses atos. Com Deus tudo, sem Deus nada!

Prisca Fagundes – Passos/MG