Destaques Dia a Dia

O mistério do cavalo selvagem

POR LEONARDO VINÍCIUS COSTA

9 de outubro de 2020

Meu pai soube desta história quando era criança. O avô dele contava que morou numa fazenda perto da Serra da Canastra, um rapaz chamado Zé Anjo. Nasceu cego, mas isso não impediu que ele trabalhasse cuidando dos animais, principalmente dos cavalos. Um dia, o patrão achou que seu cavalo estava ficando velho e comprou um animal de raça. Mandou-o para o melhor amansador da região, um homem muito treinado a domar cavalos, mas o mesmo não conseguiu fazer nada. O cavalo era muito selvagem e foi devolvido sem ser amansado, o que deixou o fazendeiro nervoso, pois tinha gasto muito dinheiro e o animal não lhe servia para nada. Ordenou que o soltassem no pasto até aparecer comprador para ele.

O ceguinho Zé Anjo tinha costume de andar assoviando uma estranha música pelos campos, quando buscava os animais. Foi assim que encontrou, sem saber, o cavalo do patrão e deu-lhe uma espiga de milho. Daí em diante, passou a levar milho no campo e dar ao cavalo selvagem. Numa manhã, enquanto limpava o curral, o ceguinho assoviou e o cavalo veio numa corrida desenfreada, pulou as tábuas do curral e foi parar onde o menino estava. Muito admirado, o fazendeiro ordenou-lhe que colocasse osarreios no animal, queria ser o primeiro a cavalgar. O cavalo relinchou, pulou e o patrão não conseguiu montar.

Zé Anjo falou alguma coisa no ouvido do cavalo e em poucos segundos o acalmou. Havia um mistério naquela amizade. Homem e animal se conheciam através da alma e dos tempos, pareciam amigos de outras vidas. O patrão, revoltado, pegou o chicote para castigar o cavalo e o ceguinho. Nessa hora, o Zé criou coragem, montou e os dois sumiram pelos pastos verdejantes da Canastra. Foram procurados por muitos meses e nem rastro deixaram. Até hoje, existe um mistério naquela Serra… Ninguém sabe onde foram parar os dois amigos: Zé Anjo e seu cavalo selvagem.

Esta e outras 100 histórias regionais estão reunidas em um livro organizado por Maria Mineira. São textos de seus alunos do 3º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio, ano de 2018. Com o apoio da Cooperativa Educacional de São Roque de Minas foi lançado em 2019: “ Letras da Canastra- Cooperativa Educacional Escrevendo História”. Para adquirir um exemplar entre em contato pelo e-mail: mariamineira2011@yahoo.com.br