Destaques Geral

Número de assinantes de telefonia fixa cai 35% em um ano

Ézio Santos / Especial

26 de julho de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – O número de assinantes de telefonia fixa em Passos diminuiu 35,36% na comparação entre maio de 2020 e o mesmo período deste ano, segundo levantamento feito pela Folha junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em maio de 2020, havia 8.797 usuários na cidade. Em maio deste ano, o número caiu para 5.686. Em De acordo com informações do órgão, a quantidade é referente tanto a clientes residenciais como comerciais.

Para o designer gráfico Jorge Dias, cada vez menos os brasileiros contratam e usam linhas de telefonia fixa que, serviço considerado essencial até pouco tempo para empresas e residências.

“Substituídos pelo telefone celular, que oferece praticidade e diversos serviços, os aparelhos fixos estão cada dia sendo menos usados. A queda no uso dos telefones fixos é inegável no país. Vejo que em 2023 os telefones fixos já tenham desaparecido. Além disso, em 2025 vai acabar a concessão da telefonia fixa do país. Provavelmente o desaparecimento da telefonia fixa vai ser igual ao do fax. A mudança de telefones fixos para as linhas móveis acontece, principalmente, pela praticidade, menor custo e também pela mobilidade que o celular proporciona”, pontuou.

Segundo Dias, atualmente o número de smartphones já supera o de brasileiros e estão em todo lugar.

“Com as facilidades de aplicativos de mensagens e serviços de streaming de vídeo, muitos consumidores que buscam economizar acabam ficando só com a internet. As empresas, atualmente, usam novas técnicas de aplicativos, serviços de telefonia que se integram de forma fácil a comunicação entre clientes. É a era do WhatsApp e diversos softwares que ajudam as pessoas a se comunicarem, literalmente, na palma da mão. Chamadas de vídeo, de voz, mensagens de áudio, envios de vídeos e fotos e serviços de troca de mensagens online também influenciam no processo de decadência dos telefones fixos”, ressalta o designer gráfico.

“Muitos não sabem o que há por trás dessa tecnologia que vem desbancando as ligações tradicionais. As chamadas via WhatsApp, tecnologia que permite fazer e receber ligações usando uma conexão com a internet. O fato de não usar as redes convencionais torna o seu preço mais acessível. O que livra os clientes das tarifas abusivas e dos contratos de fidelidade praticados por operadoras convencionais.  Essa inovação permite usar serviços e ferramentas de computador por meio da internet. Então, quando falamos em telefonia em nuvem ou VoIP, falamos de uma telefonia que usa a estrutura da Internet para fornecer seus serviços, que são chamadas de voz e vídeo”, explicou.

“Além disso, essa estrutura funciona por meio da conexão com a rede mundial de computadores e usa alguns dispositivos para isso. Esses dispositivos podem ser aplicativos, ATA, telefone IP, ou PABX. Hoje podemos contratar empresas de forma rápida e que em menos de uma hora você pode ter um telefone em sua casa ou empresa”, completou o profissional em telecomunicações há mais de 15 anos.

Atualmente, Jorge é designer, trabalha em uma empresa de departamento de comunicação e marketing, identificando necessidades para empresas que desejam melhorar suas vendas com o seu público-alvo.
Orelhão

Outro meio de comunicação em decadência no município é telefone público, conhecido como ‘orelhão’. Em maio de 2020, eram 81, e, um ano depois, o número caiu para 60, sendo 48 em funcionamento e 12 em manutenção.