Destaques Geral

Novo diretor do Educandário será anunciado no dia 5

1 de dezembro de 2020

PADRE LUIZINHO VAI ACUMULAR, A PARTIR DE FEVEREIRO, FUNÇÕES NO EDUCANDÁRIO E NA SANTA CASA DE PASSOS. / Foto: Divulgação

PASSOS – O Educandário Senhor Bom Jesus dos Passos terá oficialmente novo diretor administrativo a partir deste mês. O anúncio oficial foi feito no domingo, 29, no fim da missa das 7h, pelo próprio ocupante da função, Luiz Caetano Castro, carinhosamente chamado de padre Luizinho.

Na tarde de ontem, 30, a reportagem tentou entrevistar o sacerdote e membro da Congregação Rogacionista para que ele revelasse mais detalhes do assunto, mas o padre preferiu não se pronunciar, alegando haver muitas outras informações que por ora não podem ser divulgadas ao público. Ele contou apenas que, para evitar boatos maldosos, fez um breve comunicado às pessoas que participavam da celebração eucarística, porque ficará 30 dias de férias, a partir do fim desta semana.

Conforme a Folha apurou, o sacerdote recebeu um convite da direção da Santa Casa de Misericórdia de Passos para desenvolver, a partir de fevereiro, trabalhos de cunho sociais, religiosos, psicológicos, assistenciais, entre outros, junto aos pacientes hospitalizados e familiares dos enfermos, além dos funcionários da instituição. Mesmo assim, ele continuará fazendo parte do clero da Congregação Rogacionista e celebrando missas no Santuário Santo Aníbal aos fins de semana.

O nome do novo diretor geral do Educandário será anunciado no próximo sábado, 5, mas ainda não há data definida para a transição do cargo. Depois do padre Luizinho, outros dois sacerdotes rogacionistas que trabalham em Passos também vão iniciar, separadamente, o período de férias.


Casa Mãe

Os primeiros religiosos da Congregação Rogacionista, iniciada por Santo Aníbal Maria Di Francia, chegaram ao Brasil em 1950, mesmo ano em que a missão em Passos foi iniciada. O trabalho em terras brasileiras foi o primeiro da Congregação, que surgiu em Messina, na Itália, em 1897. Após alguns anos no país, já havia várias comunidades rogacionistas, com destaque para as de Bauru (SP), Criciúma (SC), Curitiba (PR) e São Paulo (SP), além da Casa Mãe, em Passos.

LEIA TAMBÉM: Bombeiros fazem visita especial a criança em Passos