Destaques Variedades

Nova Strada chega a partir de R$ 63,5 mil

3 de julho de 2020

Depois de mostrar a nova geração da Strada por completo, a Fiat ainda segurava o detalhe mais importante da picape: o preço. E, após várias mudanças na data de lançamento por causa da pandemia do novo coronavírus, finalmente a marca revelou os últimos detalhes do modelo. A segunda geração da Strada chega em três versões com tabela a partir de R$ 63.590.

A linha já está nas concessionárias do Brasil nas configurações Endurance (de entrada), Freedom (intermediária) e Volcano. As duas primeiras podem ter cabine simples ou dupla. A de topo é oferecida apenas na configuração de cabine dupla. O modelo antigo continua à venda na versão Hard Working, com cabine simples, e é voltada ao uso no trabalho.

A Strada 2021 traz mais tecnologia e itens de segurança. Entre as novidades há air bags laterais nos modelos com carroceria de quatro portas e faróis de LEDs na versão de topo. Todas as versões da nova picape vêm de série com controles eletrônicos de estabilidade e tração.

Outros itens que passam a vir de fábrica em todas as versões são ar-condicionado e direção assistida de série (hidráulica na básica). Vidros e travas elétricos, sistema de som e central multimídia são opcionais na Endurance. Essa versão manteve o motor 1.4 de até 88 cv. Com cabine dupla, o preço sugerido vai de R$ 63.590 para R$ 74.990.

A versão intermediária, Freedom, parte de R$ 69.490 com cabine simples e adiciona vidros e travas elétricos de série, bem como direção elétrica. A partir dessa versão, a Strada 2021 vem com motor 1.3 de até 109 cv. Com cabine dupla, o preço parte de R$ 77.990.

A central multimídia é nova, com tela de 7 polegadas sensível ao toque. O sistema é parecido com o da linha 2020 da Toro, e traz Android Auto e CarPlay. A novidade é que as plataformas podem ser usadas sem a necessidade de conexão por fios.

Tabelada a R$ 79.990, a Volcano traz o pacote mais completo, com vidros elétricos nas quatro janelas, câmera atrás, sistema multimídia e faróis de LEDs de série. O único opcional são as rodas de 16″. O motor também é o 1.3 de até 109 cv e o câmbio, assim como o das demais versões, é manual de cinco marchas. O automático CVT deve estrear no fim do ano.

Segundo informações da Fiat, a picape com rodas de 15″ e pneus de uso misto, como a utilizada em uma rápida avaliação, na pista da montadora, antes da pandemia, pode acelerar de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos e alcança 168,4 km/h, com etanol.

Mais opções de cabines

Na nova geração, a Strada de cabine simples também traz mudanças Batizada de “cabine Plus”, é uma espécie de meio termo entre as antigas cabines simples e estendida. De acordo dados da Fiat, na nova configuração o espaço atrás dos bancos equivale a 151,2 litros, ante os 49 l da antiga cabine simples. Esse volume corresponde à metade da área da cabine estendida anterior.

Um dos artifícios para aumentar o espaço interno foi transferir o estepe, que ficava dentro da cabine, para debaixo da caçamba. A capacidade de carga da Strada cabine simples aumentou de 705 kg para 720 kg. A caçamba também está maior em volume. Agora são 1.354 l, ante 1.220 litros na picape antiga.

O modelo de cabine dupla tem 4,47 metros de comprimento, 3 cm a mais que o anterior. A distância entre eixos passou de 2,72 m para 2,74 m. A maior expansão ocorreu na largura, que passou de 1,66 m para 1,73 m (são 7 cm a mais). Já a altura diminuiu 1 cm, para 1,57 m.
Além do câmbio automático, que deve chegar na Strada conhecida internamente na Fiat como “fase 2“, no fim do ano, há melhorias previstas para estrear em 2021. Entre os destaques estão carregamento de celular sem uso de fio e caçamba com cobertura rígida (como a da Toro Ultra).