Coluna MG Destaques

Muriaé registra primeira cheia em rio em 2021

6 de janeiro de 2021

O ano de 2021 nem começou e Muriaé já registrou a primeira enchente; depois das fortes chuvas que caíram na cidade e zona rural durante a noite de domingo, 3, e a madrugada dessa segunda-feira, 4, o cenário é de muita água em vários pontos da cidade, principalmente na região do Dornelas, José Cirillo e Santana, além da Prainha e ruas da Barra. A caixa do Rio Muriaé subiu depressa e as águas chegaram as casas das pessoas muito rápido, dando pouco tempo de retirar móveis e coisas pessoais dos locais. Defesa Civil está trabalhando desde cedo, assim as diversas secretarias, na busca de minimizar os problemas dos moradores destas região. A Defesa Civil aguarda que pelo menos no final do dia, a água comece a recuar e as ruas sejam liberadas. (Gazeta de Muriaé).


O que você também vai ler neste artigo:

  • Índice pluviométrico atinge 1.549,90mm
  • Receita autua 34 empresas do Sul de Minas
  • Alerta é emitido após ataque de pirambebas
  • Ouro Preto anuncia convênio para vacina

Índice pluviométrico atinge 1.549,90mm

A Chácara do Desengano S/A, localizada na Rua Dr. Custódio Junqueira, no centro de Leopoldina, mantém em sua sede um pluviômetro, aparelho de meteorologia usado para recolher e medir, em milímetros lineares, a quantidade de chuva precipitada durante um determinado tempo. A pedido do Jornal Leopoldinense a empresa divulgou o índice pluviométrico do ano de 2020 registrado de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2020 em Leopoldina, quando choveu em 108 dias. A média diária anual foi de 14,35mm e a média mensal anual foi de 129,16mm totalizando 1.549,90mm nos 12 meses de 2020. (Jornal Leopoldinense- Leopoldina)

Receita autua 34 empresas do Sul de Minas

A Receita Federal autuou 34 empresas do sul de Minas Gerais por não recolhimento de imposto de renda retido na fonte (IRRF) relativo ao ano-calendário 2016. As autuações somam R$ 1.177.367,19. No estado foram autuadas 309 empresas e o valor foi das autuações somam R$ 14.194.585,27. Em todo o País, foram autuadas 3.994 empresas, totalizando R$ 259,2 milhões. As autuações ocorreram após o sistema de malhas fiscais da Receita Federal alertar 25.301 contribuintes de todo o País, por meio de carta, sobre a existência de irregularidades no recolhimento do IRRF. Na carta, os contribuintes foram orientados a promover a autorregularização, mediante a retificação de suas declarações. (A Folha Regional- Muzambinho)

Alerta é emitido após ataque de pirambebas

A Prefeitura de Carmo do Cajuru emitiu um alerta à população após registrar, na última semana, ataques de peixe pirambeba. Além do alerta, o Executivo reforçou que o banho está proibido na barragem onde ocorreram os ataques por causa das restrições de aglomeração da Covid-19. Segundo a Prefeitura, a informação de que banhistas haviam sido mordidos por pirambeba foi registrada na sexta-feira, 2. A Prefeitura explicou que o ataque deste peixe é comum no local, principalmente, com as altas temperaturas. A pirambeba é um pequeno peixe carnívoro da família das piranhas, que pesa entre 150 e 250 gramas. Por ser um animal pequeno, a mordida causa cortes e ferimentos. Ela ataca, preferencialmente, as extremidades das mãos e pés. (Nova Imprensa- Formiga)

Ouro Preto anuncia convênio para vacina

A Prefeitura de Ouro Preto, através do Secretário Municipal de Saúde, Tuian Cerqueira, anunciou a assinatura de um protocolo de compra com o Instituto Butantan para a aquisição de 40 mil doses da vacina Coronavac, aplicada contra a COVID-19. O anúncio foi feito durante a Cerimônia de Posse dos novos secretários, que aconteceu nesta segunda-feira, 4. De acordo com o Secretário, ainda não há um prazo para o início da vacinação. “O que nós fizemos não foi superar essa organização que já existe em relação ao Plano de Vacinações. O que fizemos foi dar uma retaguarda ao povo de Ouro Preto, pois na medida que houver alguma instabilidade ou atraso nós vamos ter vacina (…) Não podemos falar em prazo, pois depende da produção pelo Instituto, mas o importante é que já estamos na fila”, explicou. (Jornal O Liberal- Itabirito)

Rede de Notícias do Sindijori MG