Destaques Geral

Mulheres recebem até R$478 menos que homens em Passos

Por Beatriz Silva / Redação

14 de novembro de 2020

O salário médio real das mulheres, em Passos, cresceu 1,87% na comparação com 2018. / Foto: Divulgação

PASSOS – Os resultados da Relação Anual de Informações Sociais 2019 (Rais 2019), divulgados neste ano pelo Ministério da Economia, mostram que o salário médio real das mulheres, em Passos, cresceu 1,87% na comparação com 2018, chegando a R$1.892,94. Apesar do aumento, em relação à remuneração dos homens, cuja média é de R$2.099,24, a diferença é de R$206,3.

O Rais 2019 também apontou que, no território passense, a diferença salarial entre homens e mulheres ocorre em todos os cinco segmentos analisados. No setor industrial, foi registrada a maior desigualdade (R$478,34). As mulheres recebem R$1.640,22, enquanto os homens têm remuneração média de R$2.118,56. No segmento de serviços, a diferença é de R$250,61. Enquanto os homens recebem, em média, R$2.414,67, a remuneração das mulheres fica em R$2.164,06. Já no comércio, a diferença é de R$380,56 – neste caso, as trabalhadoras têm salário médio de R$1.464,09, ao passo que os trabalhadores ganham R$1.844,65.

Em relação ao setor da construção, a diferença registrada é de R$147: as mulheres têm remuneração média de R$1.816,23, e os homens, de R$1.963,23. Por último, a diferença entre os dois sexos no segmento agropecuário é de R$229,44 – os trabalhadores recebem, em média, R$1.849,33, e as trabalhadoras, R$1.619,89.


Estado

Em Minas Gerais, a disparidade entre a média salarial dos homens e das mulheres é de R$444,54. Assim, também conforme o Rais 2019, pessoas do sexo feminino recebem R$2.413,97, enquanto as do sexo masculino ficam com R$2.858,51.
A média estadual para os trabalhadores do setor de serviços é de R$3.534,45, enquanto para as trabalhadoras é de R$2.766,47, em uma diferença de R$767,98. No comércio, enquanto as mulheres recebem 1.556,79, os homens embolsam R$1.882,24.

Já na indústria, há diferença de R$1.035,93: as vagas de trabalho ocupadas por mulheres têm remuneração média de R$2.042,95, ao passo que os homens recebem R$3.078,88. Por último, na agropecuária, pessoas do sexo feminino têm salário médio de R$1.505,61, enquanto as do sexo oposto recebem R$1.746,97.