Coluna MG Destaques

MP quer cassar eleitos

18 de dezembro de 2020

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) protocolou Ações de Investigação Judicial Eleitoral por abuso dos poderes econômico e político e captação ilícita de votos contra duas coligações que concorreram à Prefeitura de Santa Vitória e contra três vereadores eleitos no município do Triângulo Mineiro. Segundo o promotor de Justiça Diego Espindola Sanches, as ações protocoladas na 308ª Zona Eleitoral, composta pelo município de Santa Vitória, com 17.227 eleitores, têm como objetivo cassar os registros das candidaturas e declarar os envolvidos inelegíveis por oito anos. (Jornal da Manhã – Uberaba)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Falta de leitos gera transferência
  • Centro de Triagem é construído
  • Mariana decreta rodízio por CPF
  • Escolas recebem modernização
  • Armadilhas são testadas
  • Participam de iniciativa

Falta de leitos gera transferência

Com a capacidade de atendimento em leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19 pelo SUS quase esgotada, a Prefeitura de Valadares solicitou urgentemente providências junto ao Governo do Estado para requisitar a transferência de pacientes graves, que estão inseridos no SUS/FácilMG, para outras cidades que tenham vagas disponíveis em leitos de UTI exclusivos para Covid-19. No entanto o Governo do Estado ainda não deu retorno para a Prefeitura. O cenário piora ainda mais com o recuo da flexibilização de várias regiões do programa Minas Consciente, com seis macrorregiões na onda vermelha. (Diário do Rio Doce- Governador Valadares)

Centro de Triagem é construído

A AB Nascentes das Gerais, em atendimento ao Instituto Estadual de Florestas (IEF) e a Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram) do Alto São Francisco, construiu em Divinópolis um espaço de tratamento e reabilitação para animais: o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). O projeto, primeiro nesta região do estado de Minas Gerais, será responsável pelo manejo de animais silvestres que são resgatados na rodovia. O objetivo é atender com rapidez os animais acidentados no Sistema MG-050 e proporcionar local adequado para tratamento e reabilitação deles. (Jornal Agora- Divinópolis)

Mariana decreta rodízio por CPF

A Prefeitura de Mariana decretou, na terça-feira, 15, a adoção do sistema de rodízio para atendimento presencial nos supermercados da cidade, como medida de enfrentamento à pandemia da covid-19. O rodízio acontecerá a partir do último algarismo do Cadastro de Pessoa Física para que os moradores possam realizar compras em dias específicos. De acordo com a Resolução do Município, pessoas que tenham CPF com finais de números pares deverão ser atendidos nos dias pares, já as pessoas que tenham CPF com finais de números ímpares deverão ser atendidos nos dias ímpares. (Jornal O Liberal- Itabirito)

Escolas recebem modernização

Com o objetivo de levar iluminação de qualidade aos alunos e profissionais da educação da rede estadual pública, a Cemig está substituindo lâmpadas de alto consumo energético por outras de tecnologia LED nas escolas de Caratinga. A iniciativa, que integra o Programa de Eficiência Energética da companhia, é responsável por garantir um consumo mais eficiente e econômico, reduzindo o desperdício de energia e gastos públicos. Até o final do projeto, em 2022, outras 22 instituições da cidade vão receber a ação. (Diário de Caratinga)

Armadilhas são testadas

Está sendo realizado em Pará de Minas, através de uma parceria entre a Prefeitura, a Fundação Osvaldo Cruz, o Governo de Minas Gerais e o Governo Federal, um trabalho de avaliação de novas alternativas de vigilância e controle do Aedes aegypti. Esse estudo, consiste na instalação de diferentes armadilhas para o controle da dengue, da zika e da cikungunya, em 13 bairros da cidade. Atualmente, estão instaladas cerca de 3 mil armadilhas na cidade. A expectativa é de que posteriormente esse número aumente. (JC Notícias- Pará de Minas)

Participam de iniciativa

A Cemig, por meio do Programa de Eficiência Energética da Aneel (PEE), vai realizar o evento “Vamos falar de Ética” em 66 unidades prisionais de Minas Gerais até o fim de janeiro do ano que vem. Com essa iniciativa, a companhia, em parceria com a Junior Achievement Minas Gerais pretende promover a cultura de eficiência energética a 133 agentes penitenciários e cerca de 1.300 recuperandos.

Rede de Notícias do Sindijori MG