Destaques Geral

Motoristas reclamam de problemas em semáforos e falhas no trânsito

Por Ézio Santos/ Especial

6 de julho de 2021

Departamento de trânsito de passos revitaliza e dá manutenção em 25 semáforos. / Foto: Divulgação

PASSOS – Desde o início da atual gestão, o Departamento Municipal de Trânsito de Passos tem promovido a revitalização e manutenção nos cerca de 25 semáforos existentes na cidade, mas motoristas e pedestres reclamam de falhas nos equipamentos e de transtornos causados pelos problemas.

O diretor municipal de Trânsito, Gerson Ferreira Silva, comentou que os problemas nos semáforos existem e que tem procurado solucioná-los.

O número de veículos em geral aumentou e cada vez mais se eleva. A quantidade de motocicletas circulando também, porque, durante a pandemia, muitos estão exercendo a atividade de motofretista. O fluxo de carros no centro quase duplicou, principalmente nos horários de pico”, ressaltou.

Em relação à questão dos equipamentos que apresentam falhas, o diretor disse que foge ao controle do departamento.

Isso acontece devido desde a uma queda de energia elétrica no local ou região, até pane no sistema do próprio aparelho, ou seja, uma peça qualquer que pare de funcionar repentinamente. Hoje, não estamos deixando os cabos elétricos expostos, porque até bem pouco tempo, os pássaros os cortavam com o bico para achar o melhor lugar para construir os ninhos. Aí o semáforo entrava em curto”, afirma.

Um dos semáforos que tem gerado muita reclamação é o das que fica no cruzamento entre as ruas Coronel Neca Medeiros e Barão de Passos.

Eu trabalho em uma empresa próxima, observo que quase todos os dias o foral vermelho fica acesa por muitos minutos. Dia 22 de junho, pouco após as 18h, houve congestionamento no trânsito na Barão, de quase dois quarteirões. Um motoqueiro subiu na calçada e quase me atropelou. Uma loucura total”, reclama a vendedora Lucilene Simone da Paula Santos.

Dias depois, uma grave colisão entre um carro de passeio e uma motocicleta ocorreu no mesmo local. A motociclista, envolvida diretamente no fato em questão, teve ferimentos graves e fraturas. Sobre o tempo dos semáforos, o diretor do Departamento Municipal de Trânsito relatou que é definida pela contagem volumétrica dos carros.

Os segundos de cada mão de direção são programados de acordo com o movimento dos veículos nas vias públicas em questão. Em cruzamentos onde há circulação nos quatro sentidos, o período de espera geralmente é o mesmo para todos. Um exemplo diferente, é para quem transita pela avenida Arouca, ou seja, tem mais tempo livre dos que descem na rua Barão de Passos”, explicou.

Outra preocupação do diretor é instalar o foco pedestre em todos os semáforos.

Alguns já existem, mas ainda não estão ligados. Estamos realizando um levantamento para deixar todos visíveis aos transeuntes funcionando, mas os principais problemas que geralmente atrasam a execução dos trabalhos são licitações demoradas e pouca mão de obra voltada para o departamento”, frisou.

O Departamento Municipal de Trânsito anunciou para breve, a instalação da Central Semafórica com o objetivo de melhorar o trânsito veicular principalmente na região central da cidade. Gerson afirmou que o local vai ocupar uma área do Departamento de Trânsito e será possível monitorar simultaneamente dez pontos no centro da cidade.

Interligada através do sistema on-line, poderemos saber em tempo real, o que estará acontecendo de errado nos semáforos. Qualquer intercorrência nos equipamentos é acusada de imediato para a equipe de suporte que entra em ação”, sintetizou.