Destaques Geral

Moradora do São Francisco se comove e devolve ‘cabrinha’

POR ADRIANA DIAS / Da Redação

18 de janeiro de 2021

A cabritinha de 5 meses desapareceu na terça-feira, 12, e as crianças estão a procura do animal. / Foto: Arquivo Pessoal

PASSOS – Logo que a moradora do bairro São Francisco, em Passos, Dinamara da Cruz, descobriu que a cabritinha que seu filho encontrou estava desaparecida e pertencia a uma família que cuidava dela como animal doméstico, entrou em contato para devolver para as crianças.

Vi a história sobre o sumiço da cabritinha. Nós estamos com ela aqui desde quinta-feira, 14, e agora estamos sabendo que ela desapareceu na terça-feira, 12. É muito bom poder devolver, só não fiz isso antes, porque nós estávamos de mudança de casa, mas fico feliz que o menininho a encontrou. Minha neta ficou estes dias todos com medo da cabritinha”, brincou Dinamara.

Para a família de Patrícia Alux, principalmente Télos, o tutor da ‘cabrinha Bebé’, como ele a chama, foi muita felicidade poder estar de novo junto com o animal.

Eu estou feliz e agora vamos levá-la pra fazenda, onde ela poderá correr pelo pasto. E eu vou nos finais de semana brincar com ela lá na roça”, disse o pequeno Télos, de 9 anos, que juntou dinheiro durante o ano inteirinho para compra o bichinho.

No carro, de volta com a Bebé para casa, Télos ficava dizendo que a ‘cabrinha’ é muito dócil. “Ela é mansinha, ta vendo? Agora vamos levar ela para passear na Praça da Matriz, como de costume, mas amanhã ela vai pra roça”, assegurou o menino.

Para Patrícia, que também é mãe de Jadeh, de 23 e de Ágatha, de 7 anos, todos os familiares gostando muito da cabritinha e todos ficaram felizes com o reencontro com o animal, que realmente entendem ser inusitado. “Queremos deixar nossos agradecimentos à família que encontrou a cabritinha e devolveu”, afirmou.

Questionada sobre como partiu das crianças pedirem uma cabra, Patrícia contou que foi desde quando Télos começou a jogar o Goat Simulator, um jogo no qual o principal objetivo é controlar uma cabra e fazer o que bem entender em um grande cenário.