Destaques Geral

Minas lança Plano de Enfrentamento à Mortalidade Materna e Infantil

24 de novembro de 2021

Foto: Reprodução.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) lançou, nesta semana, o “Plano Estadual de Enfrentamento à Mortalidade Materna e Infantil”. A iniciativa reúne uma série de ações intersetoriais que serão implementadas ao longo dos próximos dois anos e envolvem desde a rede de atenção primária até a atenção de urgência e emergência. As principais metas são reduzir, até 2023, a Razão de Mortalidade Materna (RMM) para 40 óbitos por 100 mil nascidos vivos e a Taxa de Mortalidade Infantil (TMI) para 11,11 por 1.000 nascidos vivos.

A solenidade de lançamento do plano, ocorreu nessa segunda-feira, 22, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte e participaram também do evento de lançamento do plano a assessora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa da Saúde do Ministério Público de Minas Gerais, Marcela Damásio, os subsecretários da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, Darlan Venâncio (Gestão Regional), Naíla Marcela Nery Ferrari (Políticas e Ações de Saúde), Juliana Ávila (Regulação do Acesso a Serviços e Insumos de Saúde), além de referências técnicas das áreas envolvidas da SES-MG.

Segundo dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), a Razão de Mortalidade Materna (RMM por 100.000 nascidos vivos), agrupada por triênio do óbito, em Minas Gerais, foi de 36,81 (de 2011 a 2013), 41,57 (de 2014 a 2016) e 45,43 (de 2017 a 2019). Já a taxa de Mortalidade Infantil (por 1.000 nascidos vivos), segundo o ano do óbito, foi de 10,44 em 2020 e 10,58 em 2021.