Destaques Esporte

Mídia argentina volta a especular sobre transferência de Moreno para o Boca

16 de setembro de 2021

Marcelo Moreno revelou desejo de vestir camisa de um clube argentino./ Foto; Divulgação.

BELO HORIZONTE – Um dos principais canais esportivos da Argentina voltou a aventar a possibilidade de uma transferência do atacante Marcelo Moreno, do Cruzeiro, ao Boca Juniors. A imprensa estrangeira reproduziu uma entrevista do boliviano em que Moreno destaca o desejo de vestir a camisa de um clube argentino em algum momento da carreira.

“Não sei se realmente pessoas ligadas ao Boca falaram com meu empresário, nunca houve uma oferta oficial, mas sempre recebi consultas do clube”, disse o camisa 9 do Cruzeiro.

“Seria muito bom poder jogar na Argentina em algum momento. Sempre gostei do futebol argentino, e o Boca é uma referência. Qualquer jogador gostaria de jogar lá”, complementou.

De acordo com o a entrevista, no entanto, o Boca Juniors ainda não manifestou interesse oficial na contratação do atacante.

“Embora tenha recebido as palavras com orgulho, o clube não tem Moreno em seus planos para 2022”, informa o texto publicado pelo canal nesta terça-feira, 14.

Em agosto, Moreno chegou a iniciar negociação para deixar o Cruzeiro rumo ao Colo Colo, do Chile. Após reunião com o presidente Sérgio Rodrigues e o técnico Vanderlei Luxemburgo, no entanto, o boliviano decidiu manter seu vínculo com o Cruzeiro.

Moreno retornou ao Cruzeiro em fevereiro de 2020, após rescindir com o Shijiazhuang Ever Bright, da China, e abrir mão de R$43 milhões em dois anos restantes de contrato. Com três títulos pelo Cruzeiro – dois do Campeonato Mineiro (2008 e 2014) e um do Campeonato Brasileiro (2014) -, Marcelo Moreno é o maior artilheiro estrangeiro do clube, com 54 gols em 139 jogos.

Ao mesmo tempo que diz sonhar em jogar na Argentina, Moreno também tem planos para encerrar sua carreira no Brasil. Em entrevista recente, o atacante afirmou, sem dar um prazo, o sonho de se despedir dos gramados pelo Cruzeiro.

“Uma ideia clara que tenho é encerrar minha carreira no Brasil, aqui no Cruzeiro, sem dúvida”, disse o boliviano em entrevista ao portal IG. “Não sei quando vou parar. Se estou me sentindo bem assim, melhor que um garoto que está com 24… Vou continuar fazendo meu trabalho e tentando jogar em alto nível”, explicou.