Destaques Esporte

Mestre de capoeira reclama de atuação da secretária de esporte

Ézio Santos

29 de junho de 2022

O MESTRE TERRA É INTEGRANTE DO GRUPO DE CAPOEIRA NOSSO SENHOR DO BONFIM DE PASSOS, FUNDADO POR OUTRO MESTRE, O BAIANO REGINALDO SANTANA./ Foto: Divulgação.

PASSOS – O capoeirista Renato Alves de Oliveira, de 49 anos, o mestre Terra, fundador do Projeto Estudando e Capoeirando Rabo de Arraia (Pecra), divulgou um vídeo em redes sociais, nesta terça-feira, dia 28, onde afirma que a 2ª Copa Passos de capoeira estaria cancelada. O motivo, segundo ele, seria que a secretária de Esporte, Juventude e Lazer, Michela Ribeiro, teria afirmado que não vai patrocinar as cerca de 200 medalhas que seriam distribuídas. O prefeito Diego Oliveira tomou a decisão de anular a ordem da secretária, e o evento está confirmado para o dia 14 de agosto, a partir de 8h, no ginásio polidesportivo Baru de Pádua. Questionada sobre o assunto, a secretária, até a tarde de ontem, não se manifestou.

Pouco tempo depois que o depoimento foi divulgado e ter chegado ao conhecimento do prefeito, Renato foi chamado no gabinete e recebeu informações que, além das medalhas, a prefeitura vai fornecer também a sonorização durante atividades. A secretária Michela não esteve presente no encontro do prefeito com o mestre.

Para o promotor e organizador da Copa Passos de capoeira, o que mais causou revolta foi que Michela teria prometido as medalhas em janeiro deste ano.

“Recentemente ,recebi um áudio via WhatsApp de uma moça dizendo que a prefeitura não iria fornecer a premiação. Ora, nem para me chamar lá na secretaria e explicar o motivo da decisão, ou até me enviar um ofício, fizeram. E a minha responsabilidade, onde fica? Estou contando com muitas de cidades a serem representadas no evento, centenas de capoeiristas, e diversos convidados especiais. Em 2019, foi o maior sucesso, mas a pandemia de covid me impediu de promover nos dois anos seguintes. De última hora, a Michela quis melar tudo”, disse Renato.

O mestre também afirma que iria arcar com as despesas de alimentação dos participantes, árbitros e outras pessoas, mas a secretária exigiu comprovante de todos os gastos.

“O objetivo era da prefeitura tirar proveito do ICMS, ou seja, eu ia pagar do meu bolso, a Michela iria, através de seus trâmites, receber o que eu gastei. Tenho provas disso. Aliás, a Secretaria de Esportes é um lixo. Ela acha que só o futebol é prioridade, mas não é. Tem o basquete, handebol, capoeira e outras modalidades. Outra coisa: antes da Michela ter me prometido as medalhas, se tivesse me avisado bem antes, eu corria atrás para consegui-las, mas agora faltando 47 dias? Parece uma brincadeira da secretária, que não está valorizando o meu projeto social e esportivo com as crianças lá na Estação Cultura. Lembre-se de que o evento representa o município de Passos”, disse.

Ainda de acordo com Renato, alguém da secretaria lhe pediu a arte da Copa Passos de capoeira e disse que tinha solicitado o pedido das medalhas, inclusive enviando a ele o layout de cada peça a ser produzida em acrílico resinado.

“Foi só promessa, mas nada. Por outro lado, quero agradecer publicamente o prefeito Diego que reconheceu o descaso da Michela e vai me dar total apoio no dia 14 de agosto, se Deus quiser”, disse o mestre.