Destaques Geral

Mercado de trabalho gera 848 novas vagas em maio na região

2 de julho de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Maio teve o segundo melhor saldo no mercado de trabalho da região em 2021 e registra uma retomada após dois meses de queda na geração de empregos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira, foram criados 848 novos postos de trabalho com carteira assinada, resultado que fica atrás somente do mês de janeiro, que teve saldo de 900 vagas. Em fevereiro, o saldo foi de 818 novos postos, seguido por março (416) e abril (182), que registrou o pior desempenho do ano na região. Em maio de 2020, foram 182 novas vagas de emprego, o que representa um crescimento de 366% na comparação com maio deste ano.

São Sebastião do Paraíso, com 258 novos postos de trabalho, e Passos (195) foram os municípios com maiores saldos na região em maio de 2021. Nas duas cidades, a indústria teve o melhor desempenho, com 194 novas vagas em Paraíso e 84 em Passos. O setor de serviços ficou em segundo lugar no ranking do emprego formal nos dois municípios e foi responsável pela criação de 64 novas vagas em Passos e de 44 em Paraíso. Em Passos, a construção gerou 35 novos postos, seguida pelos segmentos agropecuário (11) e comércio (1). Em Paraíso, o agro ficou em terceiro lugar, com 33 novos postos de trabalho, seguido pelo comércio (5) e pela construção (5).

Alpinópolis, com saldo de 61 novas vagas, foi a terceira cidade da região com maior geração de empregos em maio. No município, o destaque ficou por conta do comércio (47 novos postos), seguido pelo setor de serviços (20), indústria (14), agro (11) e construção (8). Piumhi, com 55 novas vagas, ocupa a quarta posição no mercado de trabalho da região em maio e teve no setor de serviços o melhor desempenho (34), seguido pelo comércio (20) e o agro (4). O agro fechou maio com zero de saldo e a indústria fechou três postos de trabalho na cidade.

SALDO DE EMPREGOS NA REGIÃO – ADMISSÕES E DESLIGAMENTOS


Minas

Em Minas, o saldo de empregos formais permanece positivo em todos os setores da economia, de acordo com o Caged), foram 32.009 postos de trabalhos formais abertos em maio, resultado de 166.936 admissões e 134.927 desligamentos. Os números mais que dobraram, se comparados com abril deste ano, quando foram abertos 13.670 postos. O resultado também revela que o saldo foi maior que o registrado no mesmo período no ano passado quando foram fechados 38.559 postos de trabalho.

O setor que mais contratou permanece o de Serviços. Foram 63.987 contratações e 52.741 desligamentos, e saldo de 11.246 vagas. O setor da Indústria, segundo com melhor desempenho, registrou 29.114 contratados e 22.586 demitidos, e saldo de 6.528 posições. O Comércio figura em terceiro no ranking, com 37.869 admissões e 31.601 demissões, e saldo de 6.268 postos de trabalho. Em seguida, aparecem Construção, com 26.044 contratações, 21.101 demissões e saldo de 4.943 vagas, e Agropecuária, com 9.922 admitidos e 6.898 demitidos. O saldo foi de 3.024 postos.