Destaques Geral

Marcelo Morais discute situação no transporte coletivo em Paraíso

26 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

S.S. DO PARAÍSO – A Administração Pública de São Sebastião do Paraíso esclarece que a Prefeitura não tem responsabilidade sobre o não-pagamento de salários e outras pendências com funcionários da empresa Viação Leopoldinense, que prestava o serviço de transporte coletivo para o município até o início do ano.

De acordo com o prefeito Marcelo Morais, durante a transição de governo, foi identificado por sua equipe que haveria o vencimento do referido contrato para a prestação do serviço de transporte coletivo no primeiro dia de sua administração, em 4 de janeiro.

Isso me causou estranheza. Porque deixar um contrato tão importante vencer no primeiro dia de governo da gestão que assumiria a administração municipal?”, questionou Morais.

Com o vencimento desse contrato, a atual gestão, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública, Trânsito, Transporte e Defesa Civil, chamou a Viação Leopoldinense para renegociar e tentar realizar um novo processo de contratação emergencial — o que não aconteceu porque a empresa não apresentou ao município a documentação necessária para a contratação.

Diante disto, abrimos um processo licitatório em caráter emergencial para a contratação desse serviço para os próximos seis meses, para que tenhamos tempo hábil de fazer o processo licitatório final. Nossa gestão trabalhará para que as pessoas possam ter um transporte coletivo de qualidade. Infelizmente, todos os procedimentos que foram feitos de maneira errada até o final do mandato anterior, não serão feitos em nossa gestão. Seguiremos à risca a legislação, com muita transparência, e faremos tudo dentro da lei, para que não tenhamos nenhum tipo de problema judicial”, disse o prefeito.

A atual gestão ressalta que foram pagos, na sexta-feira, dia 22, R$18.040,00 de débito que existia do município com a empresa, que alega restar ainda cerca de R$17 mil — valores estes que estão sendo apurados pela prefeitura. O Chamamento Público 001/2021 em caráter emergencial para contratação de empresa para concessão de transporte coletivo está marcado para o dia 2 de fevereiro.