Coluna MG Destaques

Mais de 30 recusam vacina em Cel. Fabriciano

29 de janeiro de 2021

O prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinicius Bizarro, publicou em seu perfil nas mídias sociais que 1.000 doses da vacina contra a covid-19 foram aplicadas e também que 34 pessoas do grupo prioritário se recusaram a receber a imunização. O procurador-geral do município explica que não há, até o momento, previsão de punição para os servidores que optarem por não tomar a primeira dose do imunizante, mas pede a conscientização. Ele pontua que tem havido confusão sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a vacinação. Uma coisa é a obrigatoriedade e outra a compulsoriedade. (Diário do Aço- Ipatinga)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Número de profissionais reduzido
  • Samu disponibiliza ramal
  • Divórcios crescem em Formiga
  • Moc institui comitê de monitoramento de gastos
  • Câmara devolve R$ 5,4 milhões
  • Presidente do TJMG recebe Fiemg

Número de profissionais reduzido

Com o aumento do número de casos de Covid-19 em todo o país e com a indefinição do retorno das aulas presenciais na rede pública de educação, o número de profissionais do setor contratados através de processo seletivo simplificado (designação) será reduzido. Em Araxá, a convocação de profissionais da educação classificados no processo de 2021 vai contemplar inicialmente 40% das vagas ofertadas para atender aulas no sistema remoto, que ainda está em definição de data de início. (Correio de Araxá)

Samu disponibiliza ramal

Foram anos de espera pela implantação do Samu em Caratinga. O serviço já opera na cidade desde o início do mês de janeiro de 2021, porém, os usuários têm enfrentados problemas ao tentar acionar o 192, já que as chamadas não são concluídas pelas operadoras Oi e Tim. Para que seja possível alcançar integralmente às pessoas que necessitam do atendimento de urgência e emergência o Samu disponibilizou o telefone 33 3213-5800, ramal 1. (Diário de Caratinga)

Divórcios crescem em Formiga

Em 2019, o número de divórcios em Formiga aumentou em 35,6% em comparação com o ano anterior. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2019 houve um total de 198 divórcios e apenas 306 casamentos. Já em 2018, foram 146 separações e 334 casamentos. O número de uniões civis vem caindo desde 2015 e as separações estão em crescimento constante, sendo que o maior número de divórcios registrado pelo IBGE em Formiga foi em 2011, quando alcançou a marca de 211 de desquites em um ano. (O Pergaminho – Formiga)

Moc institui comitê de monitoramento de gastos

O prefeito Humberto Souto criou o Comitê de Controle e Fiscalização dos Gastos Públicos com a Covid-19, com o objetivo de efetuar acompanhamento e revisão dos gastos públicos efetuados e em execução pela Prefeitura Municipal, com as ações de enfrentamento à Covid-19, durante o período da situação de calamidade pública. O comitê será responsável por elaborar relatório conclusivo, no prazo de 90 dias, dos gastos já efetivados pela Administração Municipal, remetendo-o à Procuradoria-Geral do Município. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Câmara devolve R$ 5,4 milhões

Com a devolução de mais um cheque, R$ 1,7 milhão, a Câmara Municipal, só nos últimos dois anos, repatriou aos cofres do município um montante de R$ 5,4 milhões que são resultados da gestão eficiente do Poder Legislativo. O último cheque foi passado pelo presidente Pr. Alcides ao prefeito Duílio de Castro, nessa segunda-feira, 25. Vários parlamentares acompanharam a reunião no gabinete de Duílio. Mais uma vez, o cheque foi entregue com algumas sugestões para investimento. (Jornal Boca do Povo- Sete Lagoas)

Presidente do TJMG recebe Fiemg

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Gilson Soares Lemes, recebeu na terça-feira, 26, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe. Na pauta, a discussão sobre um possível reequilíbrio de alguns contratos de obras do judiciário mineiro, diante da majoração de vários preços de insumos e de materiais de construção. (Folha de Sabará)

Rede de Notícias do Sindijori MG